Portuguesas em quarto no Europeu de Corta-Mato

Ozbilen corta a meta em primeiro (foto organização)

O Europeu de Corta-Mato, como se esperava, não trouxe medalhas para as cores portuguesas, mas ainda assim há a registar o quarto lugar colectivo da formação feminina, que chegou na quarta posição, com os mesmos pontos de Espanha, e a escassos seis ponto da equipa da Turquia, todas atrás das formações da Grã-Bretanha e da Roménia.

Já agora, registe-se que a Grã-Bretanha, em termos colectivos, só não esteve no pódio dos sub 20 masculinos, tendo subido a todos os outros, conquistando mesmo quatro títulos, um deles na recente estafeta mista (derrotando a República Checa e a Espanha), que foi muito disputada (dois segundos separaram as três primeiras equipas!).

Ainda em femininos, numa prova em que a turca Yasemin Can revalidou o seu título em corta-mato, superando a sueca Meraf Bahta e a norueguesa Karoline Bjerkeli Grovdal, a melhor das portuguesas foi Sara Catarina Ribeiro, que terminou em 18º lugar, embora a quase um minuto da terceira. 12 segundos depois chegou a estreante Marta Pen (20ª) – que respondeu assim à sua polémica selecção – que ficou à frente de Inês Monteiro (22ª). Fechou a equipa Ana Mafalda Ferreira que esteve bem melhor que Susana Godinho.

Duas notas inviduais nos homens

Na prova masculina, Portugal não ficou muito bem classificado (8º), mas individualmente quer Rui Pinto, em 16º lugar, quer Samuel Barata, que terminou no 20º lugar, estiveram num plano muito acima dos restantes. Os dois outros elementos, Hugo Almeida e Licínio Pimentel (este com 40 anos!), fecharam a equipa, muito distantes dos vencedores, a Turquia, que obteve o título individual por Kaan Özbilen e viu o seu favorito, Aras Kaya, sofrer uma queda que o retirou das decisões.

Nos restantes escalões, não houve destaques, dando-se apenas nota da classificação da ainda juvenil Mariana Machado (24ª classificada).

Principais resultados:

 

Resultados completos na página da Associação Europeia.