Ronda Regional… 2017.5

Pódio com Ana Cabecinha

Hoje a nossa ronda regional (que já vai em cinco publicações – ver anterior) começa a Sul… No Algarve, onde se realizaram os regionais absolutos de inverno, com provas em Vila Real de Santo António (velocidade, barreiras, comprimento e altura, em pista coberta, as restantes ao ar livre) e Faro, destaque para os triunfos colectivos de Clube Oriental de Pechão, em femininos, e Casa Benfica de Faro, em masculinos. Nota para Ana Cabecinha: a marchadora venceu os 3000 m marcha (13.53,43) e os 3000 metros (10.44,09) no mesmo dia! Destaque para Pedro Pinheiro, do Benfica, com 2,00 em altura, e 15,35 (+1,8) no triplo; Fatoumata Diallo, do CO Pechão, com 59,81 aos 400 m e 25,57 (+1,0) aos 200 m; e Etson Barros, do CO Pechão, com 2.01,13, aos 800 m.

Subindo, na Baixa da Banheira (Moita), realizaram-se os distritais de Lisboa e de Setúbal de Marcha Atlética em estrada com triunfos absolutos nas provas de 10 km, dos benfiquistas Pedro Isidro (45.21) e Mariana Mota (52.13).

Continuando a nossa ronda regional, em Pombal, na pista coberta, realizaram-se os campeonatos de juniores de Santarém (com triunfo em femininos do União de Tomar, e em masculinos do CN Rio Maior), Leiria (com triunfos colectivos em masculinos e femininos do Juventude Vidigalense – destaque para Miguel Silva com 2.01,73 aos 800 metros), e Coimbra (venceram em femininos o União Eirense, e em masculinos o Gira Sol).

Em Aveiro, a pista de Vagos acolheu os regionais de juvenis, com triunfos do AFIS (Atletas Fim-de-semana), em femininos e do GRECAS, em masculinos.

Na Maia, decorreu o Torneio de Juvenis do Norte, com várias associações a competir. Entre os jovens sobressaem os resultados de Lia Lemos (Maia), nos 3000 m (9.58,60), distância em que em masculinos triunfou Henrique Neves (ARLVG), com 8.55,96; com Mariana Nova, do Sporting, a saltar 5,35 (1,6), em comprimento (fez 42,62 aos 300 m); enquanto nos 60 m, Maria João Barbosa (CCDR), correu em 8,04 (0,9), na final, e Guilherme Santos (E. Movimento), correu em 7,06 (1,9), nas eliminatórias. Uma palavra para a iniciada Ana Marinho, da Escola Rosa Oliveira, que correu os 800 metros em 2.18,22.