Atletismo para todos os gostos

Partida de prova de jovens na S. Silvestre da Amadora (foto: António Manuel Fernandes)

O próximo fim-de-semana será verdadeiramente alucinante, abrindo-se o ano de 2018 com dezenas de competições de atletismo em todas as vertentes da modalidade, do crosse à pista coberta.

O ponto alto será, de facto, a realização do Campeonato Nacional de Marcha Atlética de Estrada de 35 km, prova que integrará, como no ano passado, provas de 50 km para ambos os sexos, e que se realiza em Porto de Mós.

Uma distância estranha, que nem tem recorde nacional, mas que a FPA (Federação Portuguesa de Atletismo) entendeu levar por diante nos últimos anos. Nesta competição teremos a presença de Inês Henriques (com um total de quatro inscrições), que ali estabeleceu, no ano passado, o primeiro recorde mundial feminino de 50 km, ao terminar em 4.08.26 horas.

A prova masculina regista 23 inscritos para os 35 km, entre os quais o campeão no ano passado, o sportinguista João Vieira. Destes inscritos, 11 deles tentarão fazer os 50 km (entre os quais, o vencedor no ano passado, o italiano Gregorio Angelini – 4.08.22), com as provas a iniciarem-se às 9 horas da manhã, altura em que está prevista uma temperatura de cerca de 4 graus centígrados! Felizmente não se prevê chuva e o vento será fraco.

Meeting Moniz Pereira no CAR

Fora desta intempérie, por se realizarem em atletismo debaixo de “telha”, teremos já amanhã, no CAR Jamor, mais uma edição do Meeting Moniz Pereira, que terá forte participação em várias provas, com alguns nomes bem conhecidos que iniciarão a sua época.

Essencialmente com provas de velocidade e barreiras e alguns saltos, o programa terá início às 9 horas, com o pentatlo técnico, estando as restantes provas marcadas para a tarde, com as últimas a decorrerem para lá das 20 horas.

Em Pombal, com forte participação, decorrerão os campeonatos absolutos de pista coberta de Leiria, Coimbra, Castelo Branco e Santarém.

Campeonato do Norte na pista da Maia

Entretanto, o atletismo ao ar livre verá a pista da Maia receber os Campeonatos de Inverno da Zona Norte, competição em que se prevê também forte presença de atletas, caso as condições atmosféricas o permitam.

Estas condições atmosféricas, adversas em muitas áreas do país, levaram ao adiamento do Regional de Beja, embora Portalegre mantenha a realização dos seus regionais de corta-mato e também provas de pista. Évora também mantém o crosse em Redondo, incluído no Critério Paulo Guerra.

O Algarve (pista de Faro) conhecerá mais uma meeting do seu circuito.

Três dezenas de provas de estrada

Igualmente a estrada e os trilhos terão muitas organizações. Segundo a página de João Lima, estão previstas 27 competições de estrada e de trilhos, todas de várias distâncias. Algumas delas serão corridas de S. Silvestre (!), o que em fim-de-semana de Reis nem é ser criativo nos nomes das provas.