Inês Henriques a atleta do ano

Inês Henriques, melhora atleta portuguesa do ano 2017

Inês Henriques e o motociclista Miguel Oliveira receberam ontem os prémios de atleta masculino e feminino de 2017, que foram atribuídos pela Confederação do Desporto de Portugal, durante a 22.ª edição da Gala do Desporto.

O prémio ‘Atleta Feminina do Ano’ foi entregue a Inês Henriques, de 37 anos, campeã do mundo e recordista dos 50 quilómetros marcha em 2017. Joana Schenker (bodyboard), Teresa Portela (canoagem), Cláudia Neto (futebol) e Cláudia Santos (desporto para com deficiência-atletismo) eram as restantes nomeadas na categoria.

Já na sua página de facebook, Inês Henriques mostra a satisfação pelo prémio atribuído pela Confederação do Desporto de Portugal: «É meu, o prémio de “Melhor Atleta feminina do Ano”. Estou muito, muito orgulhosa e super feliz, mesmo muito feliz, por mais esta grande conquista. O que me dá? Muita energia para continuar a trabalhar para fazer MAIS E MELHOR. Tenho novos objetivos, novos sonhos para alcançar…». 

E continua: «Obrigado ao meu treinador Jorge Miguel por estar sempre ao meu lado e por tornar-me a atleta que sou. Um agradecimento especial aos meus colegas do Team J, ao Complexo Desportivo de Rio Maior e seus funcionários. A Rio Maior que me dá todas as condições de excelência para eu poder treinar, recuperar…e alcançar o que tenho alcançado. RIO MAIOR em GRANDE. Um beijo grande para o meu “Porto de Abrigo”, a minha família que está sempre lá para mim! Ao Portugueses, obrigado pelo carinho e por terem votado em mim, para eu alcançar mais este prémio».

Atleta Masculino do Ano

Já o prémio ‘Atleta Masculino do Ano’ da Confederação do Desporto de Portugal foi para Miguel Oliveira, de 23 anos, que corre pela equipa KTM, e terminou a temporada de Moto2 no terceiro lugar, tendo somado três vitórias nas últimas três provas do campeonato do ano passado, na Austrália, Malásia e Valência. O motociclista foi consagrado na cerimónia que decorreu no Casino Estoril, tendo batido a concorrência do surfista Frederico Morais, o atleta e medalhado olímpico Nélson Évora, o canoísta Fernando Pimenta e o futsalista Ricardinho.

O treinador Hélio Lucas, bicampeão da Europa em K1 1.000 metros, campeão do mundo em K1 5.000 metros e vice-campeão do mundo em K1 1.000 metros, foi consagrado com o prémio ‘Treinador do Ano’, numa categoria em que concorria com Hugo Canela (treinador de andebol do Sporting), Jorge Miguel (atletismo), Lino Barruncho (triatlo) e a equipa técnica nacional de surf.

O prémio ‘Jovem Promessa’ foi atribuído ao futebolista do Sporting Bruno Fernandes, que recebeu mais votos do que o canoísta Sérgio Maciel, a ciclista Maria Martins, o triatleta Vasco Vilaça e a atleta Evelise Veiga.

Equipa do ano para o triatlo do Benfica

Equipa de triatlo do Benfica, representada por João Pereira e Vanessa Fernandes

Quanto ao galardão de ‘Equipa do Ano’ para a Confederação do Desporto de Portugal foi entregue à equipa de triatlo do Benfica, que conquistou o Europeu de clubes e o campeonato nacional jovem de clubes, em 2017.

A formação ‘encarnada’ superou a equipa de atletismo do Sporting, a seleção nacional A feminina de futebol – que participou pela primeira vez numa fase final de um campeonato europeu -, a seleção nacional de hóquei em patins de sub-20 e a seleção nacional de seniores masculinos de ténis de mesa.

Por outro lado, o selecionador nacional de futebol, Fernando Santos, foi um dos vários galardoados com o prémio ‘Personalidade do Ano’.

Fonte: LUSA