Portugueses no top’10 no Crosse Itálica

O carismático crosse

Hoje realizou-se o prestigiado Crosse Itálica, competição que foi marcada por grandes corredores portugueses que ali já venceram.

Não foi o caso, mas os portugueses que estiveram a competir num percurso traçado nas ruínas romanas de Santiponce (Sevilha), não deslustraram.

A prova feminina do Cross Itálica foi a primeira entre a elite, e estavam lá três atletas do Sporting na continuidade da sua preparação para a Taça dos Clubes Campeões Europeus de Crota,-Mato, que terá lugar em Mira (4 de Fevereiro).

Com um forte grupo de corredoras de elite, apenas três europeias chegaram à frente das portuguesas, que andaram na frente na primeira fase da corrida, optando depois por um ritmo mais adequado à sua forma, quando as atletas africanas resolveram “partir” o pelotão, encetando uma corrida para a meta, com a queniana Agnes Jebet Tirop, campeã mundial de corta-mato em 2015, a triunfar, à frente das compatriotas Lilian Rengeruk, terceira no mundial de corta-mato em 2017 e da campeã mundial de 5000 m Hellen Obiri (26.03).

No final, a melhor das sportinguistas foi Carla Salomé Rocha, que chegou em nono lugar, à frente das compatriotas Sara Moreira e Inês Monteiro (10ª e 11ª, respectivamente).

Rui Pinto em 10º

Na prova masculina, grande luta na frente com os atletas africanos e os espanhóis, com tudo a decidir-se no “sprint” final entre dois ugandeses, com Joshua Cheptegei, vice-campeão mundial de 10000 m em Londres 2017, a derrotar Jacob Kiplimo, campeão mundial júnior de corta-mato 2017, com o etíope Selemon Barega (31.01) a ficar no terceiro lugar.

Com vários espanhóis no top’10, entre os quais Ilias Fifa (31.39), atleta que chegou a ser detido por algumas horas, num processo de “doping”, que, entretanto, ainda não chegou ao fim, o benfiquista Rui Pinto, integrado numa das mais fortes listas de concorrentes de elite da actualidade, terminou em 10º lugar (32.19), após um “sprint” entusiasmante com o espanhol António Abadia.

Sebastian Coe correu Crosse Itálica

Como todos os grandes crosses em Espanha, o programa tem provas para todas as categorias. Acompanhando as tendências actuais, a o Crosse Itálica também tem provas destinadas a atletas populares. Nesta edição, o Comité Técnico de Corta-Mato da IAAF promoveu algumas reuniões para debater esta variante do atletismo, em que esteve também o presidente da IAAF, Sir Sebastian Coe.

Perante o repto da organização da prova, Sebastian Coe aceitou participar na prova popular, correndo os 6825 metros em 33.05 minutos.

Coe à chegada (stream foto)

 

Principais resultados