Crosse das Amendoeiras em Flor domingo nas Açoteias

El Bakkali um medalhado mundial no Algarve

Com a realização dos Nacionais de Clubes de Pista Coberta, parece ter ficado um pouco na “sombra” uma das mais conhecidas provas de corta-mato mundiais: o Crosse das Amendoeiras em Flor.

De facto, a 41ª edição da prova que faz parte do Circuito Oficial da IAAF (Federação Internacional), está a passar um pouco despercebida, até porque, apenas uma semana depois, o mesmo percurso das Açoteias receberá o nacional de corta-mato de distância curta e os nacionais escolares de corta-mato.

Mas, este fim-de-semana, a emoção do corta-mato de alto rendimento regressa a uma pista que tornou famosa a Aldeia das Açoteias, o Algarve e Portugal, neste âmbito de grandes competições de inverno.

Na sequência da sua aposta para continuar visível no circuito mundial, os organizadores, a Associação de Atletismo do Algarve – com o apoio da Câmara Municipal de Albufeira e do Clube Desportivo Areias de São João -, aposta no marroquino Soufiane El Bakkali, medalha de prata nos 3000 m obstáculos dos Mundiais de 2017, em Londres, e quarto classificado nos Jogos Olímpicos do Rio 2016, para figura de cartaz da sua prova de 9350 metros, que decorrerá no próximo domingo.

Outros favoritos

O marroquino, que este ano foi terceiro no crosse de Antrim, terá pela frente os quenianos Daniel Komen Kipchirchir, medalha de prata de 1500 m nos mundiais de pista coberta de 2006 e 2008 (quarto no ranking de sempre com a marca de 3.33.08), e o menos experiente Benard Kipkorir Ngeno, recentemente segundo na meia maratona de Filadélfia (62.38).

De parte dos corredores portugueses assistir-se-á, de novo, a um embate entre Sporting e Benfica. Pelos leões, destaque para a presença de Rui Pedro Silva, vice-campeão nacional de Estrada, e que recentemente foi sexto classificado na Taça dos Clubes Campeões Europeus de crosse, que decorreu em Mira (em que o Sporting se sagrou campeão europeu!), e ainda para José Moreira, Hélder Santos, Tiago Costa, Pedro Ribeiro e Paulo Pinheiro. Pela equipa do Benfica, estarão em competição Ricardo Ribas, Hermano Ferreira e Miguel Borges.

Femininos: poderá Salomé Rocha vencer de novo

Na prova feminina (6150 m), face à lista de inscritas, cabe à sportinguista Carla Salomé Rocha partir como uma das principais favoritas. Ela até já venceu no Algarve em 2016, quando conquistou o título de campeã nacional de corta-mato, e este ano foi 9ª no Crosse Itálica, em Sevilha, para depois estar na equipa do Sporting que venceu o título europeu de corta-mato (foi 12ª individual) e no passado fim-de-semana foi terceira no crosse de Cáceres.

Claro que as “ameaças” mais fortes virão das pouco conhecidas quenianas Emily Jepkoech, que em 2016 correu 12 km in em Salon de Provence, em 37.11, in 2016, Mercyline Jeronoh, vencedora de uma prova de 10 km em Morlaix (32.46).

Há ainda a possibilidade de participação da olímpica holandesa Andrea Deelstra, enquanto do lado das portuguesas avultam as presençaas de Doroteia Peixoto, Terceira na meia de Viana do Castelo, as algarvias Vera Fernandes (15ª no nacional de estrada), do Bela Vista, e a veterana Ana Dias, do Areias S. João, e ainda de Patrícia Serafim, do Beja AC, campeã de corta-mato do Alentejo, e da jovem sportinguista Catarina Guerreiro (19ª no nacional de estrada).

Programa intenso

As provas iniciam-se às 10 horas, com o Torneio Regional de Corta-mato para os escalões de formação (minis a iniciados), realizando-se depois o regional de corta-mato de juvenis e juniores, começando o 41º Crosse Internacional das Amendoeiras em Flor a partir das 12 horas, que integra o regional do Algarve de distância longa.
A prova terá transmissão directa em A Bola Tv e ainda no canal modalidades.net.

Estatísticas

Podem consultar-se os vencedores anteriores e os melhores portugueses em cada edição na página do Atletismo Estatística.