Cátia Azevedo quase ofusca empate masculino no nacional de clubes

Cátia Azevedo (arquivo)

A portuguesa Cátia Azevedo (Sporting) alcançou hoje os mínimos para a prova dos 400 metros dos Mundiais de atletismo em pista coberta, a disputar em Birmingham, ao cumprir a distância em 53,13 segundos, em Pombal.

No Nacional de clubes, Cátia Azevedo, recordista nacional nos 400 metros ao ar livre (51,63), conseguiu mínimos por dois centésimos de segundo e superou a melhor marca do ano, que já estava na sua posse (53,94).

“Eu não sei correr em pista coberta, sinceramente, porque é preciso ter uma parte inicial muito rápida, que eu não tenho. É muito difícil e a nossa pista não é propriamente a ideal. A prova não foi excessivamente rápida, como vou encontrar, mas foi uma das minhas mais rápidas e sabia que se mantivesse na parte crucial, dos 200 aos 300, teria uma boa marca”, explicou a atleta natural de Oliveira de Azeméis, de 23 anos.

Quatro em Birmingham

Cátia Azevedo, 31.ª no Rio2016 e 39.ª nos Mundiais de 2017, junta-se a Lorene Bazolo (Sporting), nos 60 metros, Nelson Évora (Sporting), no triplo salto, e Tsanko Arnaudov (Benfica), no lançamento do peso, entre os atletas lusos com mínimos para os Mundiais, que vão ser disputados em Birmingham, entre 01 e 04 de março.

“Estive ausente na semana passada [Nacional individuais] e tenho tentado ser mais rápida na parte inicial, mas não tenho conseguido, porque tive uma semana péssima, muito doente, e com alguns treinos não muito bons. Vim, não digo desmotivada, sem grande esperança. Acho que tenho garra suficiente e preparação para os Mundiais”, rematou a atleta, que tem como recorde pessoal 53,30.





 

Empate na prova masculina

Este desempenho de Cátia Azevedo quase deixou na sombra a emoção que vai acontecendo na prova masculina, com Benfica e Sporting empatados no final do dia com 48 pontos. Sem surpresas em muitas provas, o Sporting triunfou nos 60 metros (Ancuian Lopes, que ficou a cinco centésimos de Brimingham), nos 5000 m marcha (pelo veterano João Vieira), no comprimento (Miguel Marques, com 7,68, a sua melhor marca deste ano), e na vara (Ruben Miranda impôs-se ao irmão Ícaro, ambos com 5,25m), nas provas que se esperava, depois venceu os 1500 metros (grande estouro de Emanuel Rolim na última volta, deixando via aberta parra Nuno Lopes) e a altura (Vitor Korst apenas foi terceiro, ultrapassado pelos jovens Nelson Pinto – que triunfou graças ao desempate, em que fez 2,08 – e Paulo Neto, ambos com 2,07 no final da prova). Nos 400 metros surgiu a única vitória do Benfica (Ricardo Santos com melhor macra do ano), com Jordin Andrade a ser desclassificado e a deitar por terra a vantagem leonina.

Ricardo Santos venceu os 400 metros

A luta pelo terceiro lugar também está a ser emocionante, com Vidigalense e Braga separados por um ponto.

Uma palavra para a prova extra de 60 metros, com Ancuiam Lopes a perder (6,72) para Carlos Nascimento, que fez 6,66 e ficou a três centésimos dos mínimos!

Sporting com vantagem em femininos

A primeira divisão feminina também está a ser emocionante, mas o Sporting domina claramente, embora com menos vantagem do que o previsto.

Para além do triunfo de Cátia Azevedo, as leoas venceram ainda nos 60 metros, por Lorene Bazolo, que fez a sua segunda melhor marca do ano (7,29), confirmando mínimos para Birmingham, e os 3000 m marcha, por Vitória Oliveira.

Mas não venceram em nenhuma outra prova.

Nos 1500 metros, foi a júnior Mariana Machado, do SC Braga, quem deu nas vistas, e no salto em altura, venceu Catarina Queirós, do Jardim da Serra, numa prova em que a cubana do Benfica Yariadmis Argueles saltou 1,65, foi depois vencer o comprimento (6,25), e regressou para tentar saltar 1,77, falhando todas as tentativas.

Fátima e Grecas lideram II divisão

Na segunda divisão, poucas marcas de relevo, destacando-se os 400 metros, em que a junior Fatoumata Diallo fez 58,16 segundos, ajudando a sua equipa, CO Pechão, a chegar ao segundo lugar, triunfando também nos 3000 metros marcha, mesmo sem apresentar as suas melhores atletas, Ana Cabecinha e Edna Barros!

Corrida de 400 metros da segunda divisão

Mas quem vai à frente é a equipa do GA Fátima que tem em Ana Oliveira a sua melhor atleta (venceu altura e comprimento), com a Fundação Salesianos e o Eirense a lutarem pelos outros lugares do pódio.

Em masculinos, o Grecas vai liderando perante a jovem equipa da Póvoa de Varzim e do Campismo de S. João da Madeira.

Principais resultados

Masculinos: 60 m: 1º. Ancuiam Lopes (SCP), 6.68; 2 º. Frederico Curvelo (SLB), 6.78; 3 º. Edi Sousa (SCB), 6.94. 400 m: 1º. Ricardo Dos Santos (SLB), 47.14; 2 º. Bernardo Pereira (AJS), 48.91; 3 º. Jorge Paula (SCB), 49.36. 1500 m: 1 º. Nuno Lopes (SCP), 3:48.53; 2 º. Nuno Pereira (GDE), 3:49.18; 3 º. Emanuel Rolim (SLB), 3:49.55. Altura: 1º. Nelson Pinto (SCP), 2.07 (2,08 no desempate); 2º. Paulo Neto (AJS), 2.07; 3º. Victor Korst (SLB), 2.03. Vara: 1 º. Rubem Miranda (SCP), 5.25; 2 º. Ícaro Miranda (SLB), 5.25; 3 º. Pedro Buaró (GDE), 4.50. Comprimento: 1 º. Miguel Paim Marques (SCP), 7,68; 2 º. Tiago Luís Pereira (SLB), 6,99; 3 º. Valter Pinto (SCB), 6,93. 5000 m marcha: 1 º. João Vieira (SCP), 19:30.20; 2º. Miguel Carvalho (SLB), 19:36.85; 3 º. Rui Coelho (CAS), 21:40.17.
Classificação colectiva: 1º Sporting, 48; 2º Benfica, 48; 3º J. Vidigalense, 34; 4º SC Braga, 33; 5º GD Estreito, 28; 6º Jardim da Serra, 26; 7º CA Seia, 18; 8º Maia AC, 15.
Femininos: 60 m: 1 ª. Lorene Bazolo (SCP) 7.29; 2 ª. Tamiris De Liz (SLB) 7.54; 3 ª. Joana Carlos (JV) 7.67. 400m: 1 ª. Cátia Azevedo (SCP), 53.13; 2 ª. Rivinilda Mentai (SLB), 54.44; 3 ª. Bruna Silva (JV), 58.67. 1500 m: 1 ª. Mariana Machado (SCB), 4:27.45; 2 ª. Cátia Santos (GDE), 4:28.77; 3 ª. Joana Soares (AJS), 4:31.48. Altura: 1ª. Catarina Queirós (AJS), 1.71; 2 ª. Lecabela Quaresma (JV), 1.68; 3 ª. Catarina Fonseca (SCP), 1.68. Comprimento: 1 ª. Yariadmis Arguelles (SLB), 6,25; 2 ª. Evelise Veiga (SCP) 6,11; 3 ª. Lecabela Quaresma (JV), 5,86. 3000 m marcha: 1ª. Vitória Oliveira (SCP), 13:22.07; 2 ª. Mara Ribeiro (SLB), 13:26.00; 3 ª. Kristina Saltanovic (JV), 13:37.69.
Classificação colectiva: 1º Sporting, 41; 2º SL Benfica, 34, 3º J Vidigalense, 34; 4º SC Braga, 27; 5º Jardim da Serra, 24; 6º GD Estreito, 20; 7º Grecas, 19; 8º Srª Desterro, 17.
II divisão: Masculinos: 1º Grecas, 37; 2º Póvoa Varzim, 32; 3º Campismo, 31. Femininos: 1º GA Fátima, 41; 2º CO Pechão, 33; 3º F. Salesianos, 31; 4º UC Eirense, 31.
Resultados completos na página da FPA.

Texto: António Manuel Fernandes (com agência Lusa); Fotos: António Manuel Fernandes