Curtas do fim-de-semana

Imagem dos nacionais de clubes (AMF)

Este fim-de-semana está repleto de competições de atletismo por todo o planeta! Há campeonatos de pista coberta nos Estados Unidos, na maior parte dos países europeus, há campeonatos na Austrália…~Enfim, muitas competições a observar.

Mas vamos começar por cá, pela jornada de lançamentos em Leiria, com o junior Ruben Antunes a fazer 71,38 metros (sequência: 70.56 - 71.38 - 70.89 - 69.86 - 66.08 - 69.00) no martelo (6kg), subindo ao segundo lugar do ranking de sempre da categoria, atrás do recordista Vítor Costa, que em 1993 lançou este engenho a 76.30.

Com este resultado, o atleta do Juventude Vidigalense é o segundo júnior do mundo este ano, atrás do cubano Miguel Zamora (76.49), já garantiu a marca de qualificação para o Campeonato do Mundo de Juniores, que se disputará entre 10 e 15 de julho na cidade Finlandesa de Tampere.

Curiosamente, vem de Cuba a notícia da melhor marca mundial do ano júnior no triplo: 17,30, por Jordan Diaz, campeão mundial de juvenis.

Portuguesas nos campeonatos de França

De França, chegam notícias das portuguesas nos campeonatos de pista coberta. Leonor Tavares fez 4,21 m na vara (sexta), Ophelie Oliveira lançou o peso a 14,09 m (8ª), enquanto Antónia Borges lançou 13,64 m (11ª), e estará hoje em Pombal (!).

E, finalmente, só uma pequena comparação. Nos campeonatos de Pista Coberta dos Estados Unidos (em três dias), Jeremy Taiwo foi o vencedor do Heptatlo. Num país em que as provas combinadas têm larga tradição de campeões olímpicos e mundiais, no que se refere a este ano, Taiwo não venceria… o campeonato de Portugal! O norte-americano somou 5935 pontos, bem aquém da marca feita por Samuel Remédios (5980), com novo recorde de Portugal. Curiosidade: a marca de Taiwo é apenas cinco pontos mais alta que o anterior recorde português (5930), que pertencia a Mário Aníbal e durou 18 anos!