Ronda Regional 08_2018

Pistas...

A nossa ronda regional (esta semana, de novo tardia), começa por Leiria, que para além de receber os nacionais de clubes, ainda teve disponibilidade para organizar a primeira etapa da jornada de lançamentos JV, em que se destacou a prova do martelo.

Em masculinos, António Vital e Silva (Benfica), voltou a passar os 70 metros (70,20), em prova que viu Décio Andrade (Estreio), lançar 59,70. Contudo, nos juniores (martelo de 6kg), Ruben Antunes, do Vidigalense, ao lançar 71,38, tornou-se o segundo de sempre na disciplina.

Ainda no martelo, em femininos, destaque para a veterana Vânia Silva, que passou os 60 metros (60,34). A título de curiosidade, referia-se que no domingo, a internacional portuguesa estava nos nacionais de pista coberta… como juíz.

Nas restantes provas, o russo do Benfica, Victor Butenko lançou 62,88 m no disco, e outro Vital e Silva, Filipe, lançou com 55,69.

Mais lançamentos no Porto e em Beja

No Porto, também foi hora de lançamentos, no Estádio da Póvoa de Varzim, embora sem destaques.

No distrital de lançamentos de Beja (e memorial Ana Rita Amaro), que decorreu na pista Fernando Mamede, o J.D. Neves venceu em masculinos e o Albernoense em femininos. Individualmente, nota para Ricardo Amaro (Neves), que fez 51,23 metros no dardo.

No distrital de clubes e individuais de inverno (em Odemira), o Nª Srª da Conceição venceu em feminino e o NDC Odemira triunfou em masculinos.

Crosse das Amendoeiras em Flor

O Algarve é agora o momento do ronda regional, pois recebeu o Crosse das Amendoeiras em Flor, nas Açoteias, que também servia para apurar os campeões regionais algarvios na distância longa. Não houve surpresas nas corridas principais, com o marroquino Soufiane El Bakkali e a portuguesa Salomé Rocha a confirmarem o favoritismo que lhes era atribuído. A sportinguista isolou-se desde o início e cortou a meta com 44 segundos de vantagem sobre a holandesa Andrea Deelstra e Mónica Silva.

Na prova masculina, o marroquino Soufianne El Bakklai, medalha de prata de 3000 m obstáculos nos mundiais de Londres 2017, chegou a andar na frente mas uma dor levou-o a abrandar o ritmo e a esperar pelos últimos metros, para atacar num sprint final e obter o triunfo à frente de Rui pedro Silva que andou com ele até aos últimos 400 metros. Tiago Costa, mais distante, foi o terceiro classificado.

 




 

Quanto aos campeões do Algarve, Jorge Varela e Ana Dias (quinta no crosse das Açoteias), ambos do C A Areias de S. João, somaram mais um triunfo, e foram os expoentes da sua equipa que triunfou colectivamente nos dois sexos.

Manuela Machado campeã de Viana do Castelo de crosse

É agora momento da ronda regional dar um destaque especial. Ainda em matéria de corta-mato, refira-se que o Cyclones (4 títulos colectivos) e o Olímpico Vianense (3) dominaram os regionais de Viana do Castelo, com a veterana campeão mundial, Manuela Machado (Cyclones) a sagrar-se campeã regional aos 54 anos! Em termos masculinos, o triunfo pertenceu a Miguel Ribeiro, do O. Vianense.

O Vale da Amoreira recebeu o Regional de corta-mato de Setúbal. Individualmente, o incontornável Nelson Cruz sagrou-se campeão em masculinos, enquanto em femininos, triunfou Lara Glória (CP Corroios). Casa do Povo de Corroios (femininos) e C. Pedro Pessoa (masculinos), foram os vencedores colectivos das provas principais.

Coimbra recebeu o Distrital de Crosse Jovem, com triunfos colectivos de Sobral de Ceira (iniciados masculinos e juvenis femininos), Casaense (inic. fem) e Eirense (juv. fem.).

Das provas na Madeira aos triatlos técnicos

Na Madeira, duas competições, regista a nossa ronda regionals. A pista da Ribeira Brava recebeu um torneio de preparação, com a juvenil Mariana Pestana a lançar o martelo (3kg) a 52,72 metros.

No Caniçal (Quinta do Lorde), realizou-se o regional de corta-mato com 247 participantes. Sagraram-se campeões, Bruno Moniz, do Água de Pena, e Daniela Sousa, do Estreito. Coletivamente, o Água de Pena venceu em masculinos, enquanto o CA Funchal triunfou em femininos.

Este foi um fim-de-semana com várias competições distritais de triatlo técnico. Em Alpiarça realizou-se o de Santarém, com destaque para a juvenil Carolina Neves, que somou 1840 pontos. Por equipas triunfou a Ass. 20 km de Almeirim.

Depois houve destes distritais em Aveiro, Vila Real e na Guarda, aqui com destaque para a juvenil Inês Pinto (1874 pontos).

Houve ainda provas de salto em altura em sala em Vila Nova de Famalicão (Braga), e em Évora.

Veteranos de Lisboa

A terminar a nossa ronda regional, para dizer que em Lisboa (mais concretamente a pista Carlos Lopes, em Paul), realizou-se o regional de inverno de veteranos, com pouca afluência (66 atletas). Felizmente, houve mais gente nos escalões mais jovens… O vento impediu outros resultados.

Finalmente, na Ilha do Faial realizou-se a Taça ADIF de lançamentos, com triunfo geral colectivo do Ilha Azul.