Estrela da NBA é irmão de campeã olímpica

Steven e Valerie

Este artigo vai começar com basquetebol, da NBA, mais concretamente. Somos apaixonados por este desporto, e fãs deste campeonato norte-americano. E não temos uma equipa de eleição. Já torcemos pelos Bulls, de Michael Jordan, pelos Celtics, de Larry Bird, pelos Los Angeles Lakers, primeiro de “Magic” Johnson, depois de Kobe Bryant, pelos Cleveland Cavaliers e pelos Miami Heat, de Lebron James, sem esquecer os New York Knicks, de Carmelo Anthony, que agora está nos Oklahoma City Thunders, em companhia com um base extraordinário, Russel Westbrook, e ainda com Paul George e com o neozelandês Steven Adams.

Adams, tem 22 anos, é filho de um inglês (Sid) e a mãe é de Tonga. Adams, devido à enorme “actividade” do seu pai (um marítimo!) tem 17 irmãos e meio-irmãos!

Rapidamente as qualidades físicas (2,13 e 116 kg de peso) de Steven Adams foram notadas e encaminhas para o basquetebol, onde se foi fazendo notar pelo aporte físico que trás ao jogo (num inquérito anónimo entre treinadores da NBA, Adams é considerado o segundo mais “maldoso”).

E, perguntam os leitores, porquê trazer aqui um jogador da NBA?

Irmão de uma campeã olímpica e mundial

Começámos aqui a falar do basquetebolista Steven Adams apenas porque tem uma sobrinha com poucos meses de idade, cuja mãe publicou uma foto da pequena Kimoana com um barrete dos Thunders. Mas quem é a irmã (no caso, meia-irmã) de Steven Adams?

Nada mais nada menos que a bi-campeã olímpica e tetra-campeã mundial ao ar livre e pista coberta, Valerie Adams!

A neo-zelandesa parou na época passada para ser mãe e já regressou aos treinos. Mesmo sem ter competido (o que acontecerá nesta fase pós-parto, pela primeira vez em 16 de Março, em Christchurch), a federação da Nova Zelândia selecionou-a para participar nos Jogos da Commonwelth, em Glasgow, este ano.

Em entrevista recente no seu país, Valerie Adams manifestou o seu contentamento por ser mãe e revelou que está a treinar para recuperar os índices físicos que lhe permitam competir ao mais alto nível.