O primeiro dia dos mundiais Birmingham’2018

Genzebe Dibaba defende título mundial

O Campeonato do Mundo em pista coberta (Birmingham’2018) inicia-se hoje, com um programa reduzido de apenas três finais, uma corrida (3000 metros femininos) e um concurso, de salto em altura (mas de ambos os sexos!).

A final dos 3000 metros tem a presença da etíope Genzebe Dibaba, que defende o título conquistado em Portland, mas enfrentará a holandesa campeã dos 1.500 metros, Sifan Hassan, que se junto ao Oregon Project o que já lhe proporcionou uma densidade regular de bons resultados, e ainda a dupla campeã mundial, a queniana Helen Obiri.

Nesta corrida, em que Portugal não regista presenças há oito anos (embora registe no seu histórico uma medalha de bronze e dois quartos lugares), ainda há que contar com a britânica Laura Muir, que venceu nos dois últimos europeus, e a jovem alemã Konstanze Klosterhalfen, em grande progressão esta época, batendo mesmo o recorde alemão.

A surpresa será se os favoritos não vencerem

Mariya Lasitskene vai em 37 vitórias consecutivas

Quanto ao salto em altura (uma das disciplinas com mínimos dificílimos de atingir porque se tratam de finais directas), a prova feminina conta com a russa (embora não se possa apresentar com as cores do país, devido à suspensão da Rússia), Mariya Lasitskene como favorita principal. Ela passou 2,04 metros este ano, mais sete centímetros do que as melhores rivais, a norte-americana Vashti Cunningham e a ucraniana Yuliya Levchenko, e soma 37 vitórias consecutivas.

Mutaz Essa Barshim, o segundo melhor saltador de sempre

Ao mesmo tempo, vai decorrer a final masculina e o grande favorito é Mutaz Essa Barshim, do Qatar, o atleta do ano de 2017, que esta época já saltou 2,38 m. Porém, teoricamente, o seu maior rival, o russo Danil Lysenko (vice-campeão mundial no ano passado, atrás de Barshim), está a apenas a um centímetro.

Tudo em aberto para esta tarde (ver programa-horário).