Mais de 1500 inscritos no nacional de corta-mato em Monforte

Rui Pinto (com Samuel Barata) defende título nacional em Monforte (foto de arquivo, AMF)

O 95.º Campeonato de Portugal de corta-mato, que vai decorrer em Monforte (Portalegre), terá a participação de mais de 1.500 atletas, oriundos de mais de 100 equipas, anunciou ontem a Federação Portuguesa de Atletismo.

A prova, que se realiza no dia 18 deste mês, vai contar com a presença das “maiores equipas nacionais”, destacando-se também a presença dos campeões nacionais de seniores em 2017, Rui Pinto (Benfica) e Jéssica Augusto (Sporting).

“Nós temos no atletismo português mais de 500 clubes filiados, temos em Monforte mais de 100 equipas a participar, o que é um número bastante significativo de equipas de várias regiões do país”, sublinhou o presidente da Federação Portuguesa de Atletismo, Jorge Vieira.

Percurso duro

O responsável, que falava aos jornalistas em Monforte, à margem da apresentação da prova, explicou que o percurso traçado para o campeonato se apresenta “duro”, acrescentando ainda tratar-se de um traçado que serve para “preparar” os atletas para o Campeonato da Europa de Corta-Mato, que vai decorrer em 2019, em Lisboa.

Jorge Vieira destacou ainda, “sem desvalorizar as restantes equipas” que vão participar nas provas, a presença das equipas do Benfica e do Sporting.

Provas começam às 9.30 horas

O Campeonato de Portugal de corta-mato longo tem início pelas 09:30, com a prova de juvenis, contando a prova de femininos com um percurso de quatro quilómetros e a de masculinos, pelas 10:00, com um traçado de cinco quilómetros.

Pelas 10:30, é a vez de disputar-se o campeonato de juniores, tendo o traçado para o setor feminino uma distância de seis quilómetros e o de masculinos, pelas 11:05, de oito quilómetros.

O campeonato de absolutos arranca por sua vez pelas 11:50, sendo o traçado para o setor feminino de oito quilómetros e o destinado ao setor masculino, pelas 12:30, de dez quilómetros.

A partir das 13:25 está anunciado o inicio da prova referente aos veteranos 50+, com um percurso de cinco quilómetros. O nacional de veteranos 35, 40, 45 é o último a ser disputado, pelas 14:05, contando com um percurso de oito quilómetros.

Orgulho alentejano

No decorrer da apresentação, o presidente da Câmara de Monforte, Gonçalo Lagem, congratulou-se por acolher naquele concelho alentejano uma prova desportiva de âmbito nacional.

“Acolher esta prova assenta num dos três eixos que implementamos para desenvolver o concelho. O primeiro eixo passa por dar qualidade de vida às pessoas, resolver os seus problemas e o segundo eixo é onde se insere esta estratégia de receber este campeonato nacional de corta-mato. Já o terceiro eixo passa por fixar pessoas e captar investimento”, disse.

 

Fonte: Agência Lusa

Foto: António Manuel Fernandes (Crosse de Amora 2017)