África dita leis em meia maratona

Africanas na Meia Maratona de Lisboa (foto Marcelino Almeida)

Esta semana, na nossa janela do atletismo de alta competição na revista Running Mag, falámos no domínio dos atletas africanos na disciplina de meia maratona. Ali ficámos pela análise aos 50 primeiros do ranking (publicado no site da IAAF) e escrevemos:

“Em masculinos, entre o Top-50, encontramos nove países representados (5 deles africanos), com o Quénia a dominar com 29 atletas! Mas até poderemos contar 31 atletas, já que o representante do Bahrain e um dos dois norte-americanos nasceram no Quénia!

Dos três que restam não africanos, apenas um não vive nem treina no Quénia: o norte-americano Gallen Rupp, pois o neozelandês Jake Robertson e o suíço Julien Wanders (o único europeu no top 50) há vários anos ali vivem e treinam.

Top-50 feminino

Em femininos, no mesmo Top-50 de meia maratona, o domínio africano ainda é maior! O Quénia, oficialmente, tem 24 atletas (quase metade) e a Etiópia tem 15, mas se contarmos com as “naturalizadas” no Bahrain (uma ex-queniana e cinco ex-etíopes) e em Israel (ex-queniana), os números reais sobem para 26 nascidas no Quénia e 20 nascidas na Etiópia.

Das quatro que restam, uma é do Ruanda, outra da Tanzânia, com apenas duas não-africanas no Top-50: as duas americanas Molly Huddle e Jordan Hasay!”

O Top-100 geral

Agora, aproveitando esse “embalo”, fomos espreitar o Top-100 e os resultados ainda são mais arrasadores!

Com um total de 14 países representados no Top-100 em masculinos, temos 87 registos de atletas africanos, sendo que o Quénia o país mais representado, com 58 citações!

Em femininos, num total de 20 países, os números são ligeiramente diferentes, com 65 africanas registadas (34 das quais são quenianas e 25 são etíopes).

84% de representantes africanos

Contudo, como vimos no Top-50, também no Top-100, juntando os dois sexos, se contarmos com os naturalizados noutros países, mas que nasceram em África, encontramos um número ainda maior, com 94 masculinos e 74 femininos (168), dando uma esmagadora maioria de 84%.

Deixamos aqui uma infografia que resume esse olhar pelo Top-100 da meia maratona.