Proposta de calendário da FPA com nacional de crosse em Novembro!

Nacional de Crosse pode mudar para Novembro (foto de arquivo, António Manuel Fernandes)

A sector de meio-fundo e fundo lançou uma proposta de calendário da FPA (Federação Portuguesa de Atletismo) para os treinadores de meio-fundo em que propõe várias alterações significativas no calendário, nomeadamente a alteração da data dos nacionais de corta-mato de distância longa para o mês de novembro (antes dos Europeus), mantendo a data dos nacionais de distância curta em Fevereiro, levando os nacionais de estrada para o mês de Março (a oito dias do Mundial de corta-mato, que parece completamente fora das contas competitivas), mantendo os 10.000 m em pista em Abril…

O projecto de calendário em causa já tem alguns dias desde que chegou ao conhecimento dos treinadores de meio-fundo e fundo, mas ainda não tinha “saltado” para domínio público já que os treinadores ainda estavam a tentar analisá-lo, apesar de, numa primeira leitura, a alguns com quem falámos não lhes agradar e outros serem mesmo contra, mas preferem dizê-lo directamente aos responsáveis, numa reunião que ainda não está agendada.

Num primeiro ponto, este calendário significa que a FPA pretende algumas alterações de que possa beneficiar desportivamente do facto de organizar o Europeu de Corta-mato em 2019. Contudo, o calendário de 2018/2019 vai ser muito especial já que o Mundial de 2019 terá lugar em Doha, no Qatar, no final do mês de Setembro (entre 29 de setembro e 6 de outubro), ficando os melhores meio-fundistas sem espaço para férias, com alterações significativas do planeamento de treino para o ano seguinte, o dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Outro ponto significativo prende-se com o actual calendário competitivo de corta-mato, que tem os principais a realizarem-se em Novembro (e com um nacional nesta altura perdem impacto), e apenas um grande corta-mato a realizar no inverno (crosse das Amendoeiras em Flor), o que trás problemas para a equipa que representar Portugal na Taça dos Clubes Campeões Europeus de corta-mato.

Mas, existem outros pontos de vista que se levantam contra a nova proposta e, um deles, é expresso pelo internacional de meio-fundo e fundo, João Junqueira, que apresenta razões de peso (treino e competitivas) contra esta proposta e que MelhorMarca.pt publica no seu espaço de opinião.