Campeonato do Mundo de Selecções pode ser agradável para Portugal

Inês Henriques em Rio Maior (foto AMF)

Portugal volta a estar presente no Campeonato do Mundo de Selecções de Marcha Atlética, que se desenrola em Taicang, na China, sendo as primeiras provas na manhã de sábado (madrugada portuguesa, a partir da uma hora da manhã), das distâncias de 50 km, onde estarão Inês Henriques e Pedro Isidro.

Ele tem por objectivo lutar por uma boa marca com visando a participação no Europeu de Berlim, já ela luta pelo triunfo individual (embora esta seja uma competição de carácter colectivo, o triunfo individual é muito importante internacionalmente e também para o Challenge da IAAF).

Recordista mundial na distância (4h05m56s), conseguido com a conquista do título de campeã Mundial, a atleta de Rio Maior mostrou estar em boa forma, com um recorde pessoal nos 35 km, em Janeiro, e com a sua segunda melhor marca de sempre em 20 km quando chegou ao terceiro lugar no Grande Prémio de Rio Maior, e poderá mesmo tentar melhorar o seu próprio recorde mundial.

Entre as adversárias, destaque para a vice-campeã mundial, a chinesa Hang Yin (4:08:58), que esta temporada também já melhorou os seus recordes pessoais em 20 k e 35 km, e a sua compatriota Liang Rui, de 23 anos, que se estreará na distância mas tem recorde pessoais de boa valia em 20 (é a melhor das chinesas nesta distância) e 35 km obtidos este ano.

Equipa feminina longe do pódio

Ainda no primeiro dia de competição, os 20 km femininos podem ser momentos felizes para Portugal, pois terão a presença de Ana Cabecinha, atleta que que já foi sexta classificada nesta competição, e que tem a 10ª marca entre as participantes.

Esta é uma prova eminentemente colectiva, em que Portugal já venceu e subiu várias vezes ao pódio. Contudo, nessa altura, contava com outros expoentes mundiais, como Susana Feitor, que já abandonou, Vera Santos, que foi mamã há algumas semanas, e Inês Henriques, que entretanto subiu na distância.

Agora, a capitã Cabecinha terá a companhia das jovens Mara Ribeiro e Edna Barros, que ainda têm um longo percurso a fazer até poderem estar aptas a contribuir com lugares que possam lutar pelo pódio.

Antes dos 20 km, terá lugar a prova masculina de 10 km juniores, que terá a presença de Paulo Martins.

Segundo dia com equipas lusitanas

O segundo dia de provas, conhecerá as finais de 20 km masculinos e 10 km juniores femininos, em que Portugal terá a presença de equipas completas.

Nos 20 km, destaque para o veterano João Vieira, que fará a sua 11ª presença na competição (feito notável), “capitaneando” uma equipa com os jovens Miguel Carvalho e Miguel Rodrigues, que têm vindo a melhorar as suas prestações, embora ainda sem destaque para lutar colectivamente pelo pódio, como já sucedeu no passado.

A participação de Inês Reis, Maria Bernardo e Joana Pontes nos 10 km juniores femininos é uma incógnita total, mas será certamente um importante passo na carreira das atletas, podendo ser um incentivo para continuarem a trabalhar tentando chegar à equipa sénior nos 20 km, em que Portugal necessita de mais renovação.

Deixamos aqui um documento com todas as participações portuguesas na Taça do Mundo/Campeonato do Mundo de Selecções.