Taça dos Clubes Campeões Europeus: Benfica na luta, Sporting mais longe

Catarina Ribeiro e Inês Monteiro

As prestações dos atletas portugueses em representação do Benfica (masculinos) e Sporting (femininos), na Taça dos Clubes Campeões de Pista, em Birmingham, estavam dentro das expectativas de cada um dos clubes, mas as estafetas de 4×100 m alteraram tudo!

O Sporting, que defende o título europeu conquistado em 2016, pode queixar-se de não contar com Sara Moreira, mas a alternativa também tem grande valor e Inês Monteiro mostrou-o, perdendo apenas para a turca Yasemin Can (ex-queniana), campeã europeia, mostrando que a qualidade ainda está com ela.

Depois, viu a regressada Patrícia Mamona triunfar no triplo-salto (13,53), e para além de Inês Monteiro, ainda coleccionou segundos lugares nos 100 m (Lorene Bazolo), 400 m (Cátia Azevedo, com a melhor marca do ano), 400 m barreiras (Andreia Crespo, também com a sua melhor marca da época) e peso (Jessica Inchude), e um terceiro lugar no martelo (pela veterana Vânia Silva).

Apenas a bielorussa Sviatlana Kudzelich (1500 m) e Marta Onofre (vara) estiveram fora deste regist, mas sempre na primeira metade da tabela (importante para quem quer ser campeão).

Contudo, uma má transmissão na estafeta deitou tudo por terra, e o Sporting terminou o dia em terceiro, a 13 pontos das líderes, as turcas do Enke, e a seis pontos das espanholas.

Agora espera-se ainda mais empenho para continuarem a pensar no título, embora seja bem mais difícil.

Benfica pode sonhar

Já o Benfica, terminou o dia com ânimo bem diferente, com os encarnados bem mais empolgados para sonharem com o título, já que o Benfica está em segundo lugar a 2,5 pontos dos turcos do Enka.

E tudo graças à prova final, a estafeta excelente produzida pelo quarteto composto por José Lopes, Diogo Antunes, Filipe Curvelo e David Lima, que venceu a prova em 39,61 segundos, e viu os espanhóis do Castellon não terminarem e os lituanos do Cosma a serem desclassificados!

Até aí, o Benfica não tinha nenhuma vitória, mas contava com o segundo lugar de José Lopes, nos 100 metros, e os terceiros lugares, de Rui Pinto, nos 3000 m, de André Pereira, nos 3000 m obstáculos (ambos com recordes pessoais), de Paulo Conceição, na altura (a sua melhor marca ao ar livre em 2018), de Ivo Tavares, no comprimento, e de Diogo Mestre, nos 400 m barreiras, e ainda do quarto lugar de Francisco Belo, no disco, e dos quintos lugares do jovem José Carlos Pinto, nos 800 m, e de Ricardo dos Santos, nos 400 m. Já o júnior Leandro Ramos, foi 6º no dardo.

Para a jornada de amanhã, o Benfica não contará com o polaco Marcin Lewandowski, que se lesionou, mas pode ainda esperar por bons desempenhos dos seus atletas com um objectivo bem definido: ser campeão europeu.

Em termos internacionais, destaque para as marcas de Antoine Gakeme, nos 800 metros, Yasmani Copello, nos 400 m barreiras, e Andriuz Gudzius, no disco, nas provas masculinas, 

Principais resultados masculinos:

100 M: Série A (V: +0.0 M/S): 1. (3º Na Geral) Kyle De-Escofet (Birchfield), 10.49. Série B (-0.5 M/S): 1. Emre Zafer Barnes (Enka), 10.39; 2. José Lopes (SLB), 10.45.
400 M – Série A: 1. Samuel García (Castellon), 46.03; 2. Sadam Koumi (Birchfield), 46.15; 3. Jānis Leitis (Cosma), 46.45. Sérir B: 1. Nick Ekelund-Arenander (Sparta), 46.88; 2. (5º No Geral) Ricardo Dos Santos (SLB), 46.97.
800 M: 1. Antoine Gakeme (Castellon), 1:47.89; 2. Leonard Kirwa Kosencha (Enka), 1:48.30; 3. Žan Rudolf (Ljubljana), 1:49.26;…; 5. José Carlos Pinto (SLB) 1:50.33.
3000 m: 1. Simas BERTAŠIUS (Cosma), 7:57.75; 2. Thierry NDIKUMWENAYO (Castellon), 7:58.88; 3. Rui PINTO (SLB) 8:02.98 8
400 M Barr.: 1 (série A) Yasmani Copello (Enke), 49.72; 2 (1 série B) Mark Ujakpor (Plc), 51.54; 3 (Sa) Diogo Mestre (SLB), 51.77.
3000 M Obst.: 1. Tarik Langat Akdag (Enka), 8:38.51; 2. Ole Hesselbjerg (Sparta), 8:42.57; 3. André Pereira (SLB), 8:43.18.
Altura: 1. Adrijus GLEBAUSKAS (Cosma), 2.22; 2. Ryan WEBB (Birchfield), 2.16; 3. Paulo CONCEIÇÃO (SLB), 2.13.
Comprimento: 1. Elvijs Misāns (Cosma), 7.65 (+1.0); 2. Feron Sayers (Birchfield), 7.57 (+1.8); 3. Ivo Tavares (SLB), 7.53.
Disco: 1. Andrius Gudžius (Cosma), 67.82; 2. Lois Maikel Martínez (Castellon), 57.05; 3. Andreas Høyby Ellegaard (Sparta), 55.57; 4. Francisco Belo (SLB), 53.71.
Dardo: 1. Edis MATUSEVIČIUS (Cosma), 73.86; 2. Matija KRANJC (Ljubljana), 66.23; 3. Greg MILLAR (Birchfield), 64.32; 6. Leandro RAMOS (SLB), 62.74.
4×100 m: 1. SL Benfica, 39.61; 2. Enka, 39.85; 3. Birchfield Harriers, 40.43.
Classificação colectiva: 1. Enka (Turquia), 85.5 pontos; 2. SL Benfica (Portugal), 83; 3. Playas de Castellon (Espanha), 79.5; 4. Cosma (Lituânia), 78; 5. Birchfield Harriers (Grã-Bretanha), 73; 6. Sparta (Dinamarca), 56; 7. Clonliffe (Irlanda), 40; 8. Royal Excelsior (Bélgica), 39; 9. Ljubljana (Eslovénia), 33; 10. Slavia (Eslováquia), 27.

Principais resultados femininos:

100m Série A (V: +0.2 M/S): 1. Maria Isabel Pérez (Valencia), 11.81. Série B (V: -1.1 M/S): 1. Ivet Lalova-Collio (Enka), 11.32; 2. Lorène Dorcas Bazolo (SCP), 11.53.
400 m série A: 1 (3. na geral) Zoey CLARK (Thames), 52.76. Série B: 1. Małgorzata HOŁUB (Enka), 52.21; 2. Cátia Azevedo (SCP), 52.29.
1500 M: 1. Marta Pérez (Valencia), 4:13.02; 2. Meryem Akdağ (Enka), 4:14.94; 3. Sanne Wolters-Verstegen (Rotterdam), 4:15.92; 4. Sviatlana Kudzelich (SCP), 4:16.52.
5000 M: 1. Yasemin Can (Enka), 15:30.38; 2. Inês Monteiro (SCP), 15:58.80; 3. Elena García (Valencia), 16:41.89.
400 M Barr: 1. (Sb) Elif Gören (Enka), 57.87; 2 (1sb) Aleksandra Gaworska (Valencia), 58.03; 3. Andreia Crespo (SCP), 59.29.
Vara: 1. Molly Caudery (Thames), 4.40; 2. Tina Šutej (Kladivar), 4.30; 3. Buse Arikazan (Enka), 4.25; 4. Marta Onofre (SCP), 4.00. 7
Triplo: 1. Patrícia MAMONA (SCP), 13.53 (+1.8); 2. Fátima DIAME (Valencia), 13.47 (+1.9); 3. Eva PEPELNAK (Kladivar), 13.15 (-0,9).
Peso: 1. Emel DERELI (Enka) 17.48; 2. Jessica INCHUDE (SCP), 16.66; 3. Úrsula RUIZ (Valencia), 16.46.
Martelo: 1. Kıvılcım Salman (Enka), 69.33; 2. Berta Castells (Valencia), 66.67; 3. Vânia Silva (SCP), 60.69.
4×100 m: 1. Valencia, 46.05; 2. Enka, 46.21; 3. Bracco Athletica, 46.29. Sporting desclassificado.
Pontuação colectiva: 1. Enka (Turquia), 89; 2. Valencia (Espanha), 82; 3. Sporting (Portugal), 76; 4. Thames Valley (Grã-Bretanha), 64; 5. Bracco Athletica (Itália), 53; 6. Rotterdam (Holanda), 41; 7. Sparta (Dinamarca), 41; 8. Kladivar (Eslovénia), 36; 9. Spartak Dubnica (Eslováquia), 34; 10. CABW (Bélgica), 28.
Provas-Extra: 100 M (+0.1 M/S) – 1. Carla Gama (SCP), 12.22.