Jessica Inchude bate recorde de Portugal no Torneio de Lançamento de Laranjeiro

Jessica Inchude e o treinador Luís Herédio (foto FP Atletismo)

Jessica Inchude esteve em grande destaque no Meeting de Lançamentos de Laranjeiro e Feijó. A atleta do Sporting alcançou a marca de 17,46 metros, ultrapassando o recorde de Portugal (17,18), que pertencia a outra sportinguista, Teresa Machado, há 21 anos. No próximo dia 29 de Junho faria 22 anos!

Jessica Inchude conseguiu este recorde (que também é de sub23) melhorado em 28 centímetros ao quinto ensaio do concurso e tornou-se a nona portuguesa a bater o recorde do peso! De acordo com a página atletismo-estatistica.pt, desde 1962, apenas cinco mulheres bateram recordes de Portugal no peso: Lídia Faria obteve o primeiro dos seus dez recordes em 1962 com 9,92 metros (pelo meio, Ana Maria Gomes, do Sporting, obteve um a 10,45 metros, em 1964), sendo o seu último recorde de 11,46, em 1967. Surgiu em 1969 o primeiro título de Adília Silvério, também do Sporting, com 11,92 metros, com esta a bater o recorde mais 14 vezes (15 no total!), deixando-o em 16,20 m, em 1976, recorde que durou 14 anos. 

Surgiu então a jovem aveirense Teresa Machado, também do Sporting, que obteve o primeiro dos seus 10 recordes com 16,23 m, em 1990. O último, agora superado, era de 17,18 m.

Neste meeting, que decorreu na Sobreda da Caparica, e que tem organização do Núcleo Desportivo Juvenil do Laranjeiro, na mesma prova, Eliana Bandeira, da Juventude Vidigalense obteve um recorde pessoal com 15,99 m, e Francislaine Serra, do Sporting, lançou 15,41! O peso feminino a melhorar a qualidade!

Mas houve mais resultados muito interessantes na Sobreda. No lançamento do peso, Francisco Belo, do Benfica, lançou 19,10 m, e o seu colega de equipa Otoniel Badajana fez 15,60 m. No disco, Belo já lançou 55,35, deixando para trás Marco Pons, do Vidigalense (52,15), e Luís Herédio, do Sporting, treinador de Jessica Inchude (45,31).

A nova recordista de Portugal também esteve no disco (42,39), ficando atrás de Liliana Cá, do Novas Luzes (49,93) e de Eliana Bandeira (47,80).

No dardo, triunfo de Marlene Araújo (SC Braga), em 40,35, nos femininos, e de Esmeraldino Trigo (Benfica), com 59,70, à frente de Mário Marques (SC Braga), com 58,53.

Nos juniores, no peso, triunfos de Rodolfo Garcia, do Benfica (16,48), com Emanuel Sousa a fazer 15,69, e Inês Carreira, do Vidigalense (11,87); no disco, vitórias de Rodolfo Garcia, Benfica, com 49,08; e Micaela Sereno, Vidigalense, com 42,11; no martelo, triunfos de Bernardo Oliveira, B. Banheira, com 54,20, e Ana Santos, 20 km de Almeirim, com 31,20; e no dardo, venceram Ilírio Nazaré, Sporting, 51,88, e Aline Mendes, SAF, com 36,11.

Entre os juvenis, destaque para o martelo masculino, com Tomás Coelho, Quintajense, a lançar 55,06 m ( e fez 44,71 no disco) e para o martelo feminino, com Margarida Feliziano, Sporting, a lançar 49,43 m.

 

Carlos Nascimento destacou-se nos Universitários…

Entretanto, nos Campeonatos Nacionais Universitários registaram-se alguns resultados interessantes, que agora divulgamos embora as provas se tenham realizado no sábado passado!

Assim, destacaram-se, na velocidade, o sportinguista Carlos Nascimento, que correu a final em 10,50 segundos (v:+1,5 m/s); os quatrocentistas Jorge Colaço (48,20), Bernardo Pereira (48,92); os varistas Gonçalo Uva e Rui Marques (ambos com 4,70); e Filipe Fialho, nos 5000 m (14.50,31).

Em femininos, os destaques vão para Carolina Duarte, nos 400 m (57,91); Daniela Sousa, nos 3000 m obstáculos (10.28,19); e Susana Godinho, nos 5000 m (16.45,08).

Colectivamente, triunfou a Universidade do Porto, com o IP Leiria e a Universidade NOVA de Lisboa a subirem ao pódio.

Resultados completos na página da AA Lisboa.

 

… e na Noite Quente da Maia

 

Entretanto, ontem à noite (30 de Maio), na 1ª Noite Quente da Maia, Carlos Nascimento, do Sporting, voltou a destacar-se, com a marca de 10,61 segundos aos 100 m. Na mesma distância, Catarina Silva, do Grecas, fez 12,54 segundos. 

Entre as mulheres despontaram ainda Sónia Ferreira, com 9.35,84, Helena Alves, com 9.44,99, e Lia Lemos, com 9.48,82 (mínimos para os europeus de juvenis) aos 3000 m; Bárbara Silva, com 14,49 nos 100 m barreiras.

Entre os homens, nota ainda para Diogo Guerra, que fez 14,30 nos 110 metros barreiras. 

Resultados completos na página da AA Porto.