Susana Costa acima dos 14 metros no Meeting de Montreuil

Susana Costa (foto de arquivo)

Susana Costa voltou aos saltos acima dos 14 metros no triplo. Foi no meeting de Montreuil, onde terminou em sétimo lugar, com a marca de 14,05 (v:+3,1), embora com vento anti-regulamentar (14,01, v:+1,6).

A atleta da Academia Fernanda Ribeiro confirma a marca de qualificação B (13,90) para o Europeu de Berlim, estando perto da marca A (14,10).

O triunfo pertenceu à romena Andreea Panturoiu (14m47, +1.4), com a espanhola Ana Peleteiro em segundo (14m32, +1.7) e a francesa Rouguy Diallo foi terceira (14m26, +1.1).

Neste meeting de Montreuil, o benfiquista Tsanko Arnaudov também foi sétimo no lançamento do peso, com 19,55 metros, numa prova em que o vencedor foi o russo Aleksandr Lesnoy (21,12).

O terceiro português presente, equipa Tiago Pereira foi oitavo no triplo com a marca de 16,07 (v:+1,0), vendo o francês Jean-noel Cretinoir vencer com 16,86 m (+2,1).

Shubenkov baixa dos 14 segundos

Este foi um meeting de boas sensações. O russo Sergey Shubenkov correu os 110 m barreiras em 12,99 (+0,5), obtendo a liderança europeia e ficando a um centésimo do seu recorde pessoal.

No salto com vara, sensação com o júnior sueco Armando Duplantis a saltar 5,91, derrotando o francês Renaud Lavillenie (5,86), mas ambos deram espectáculo a tentarem passar 5,96 m!

Depois, o chinês Zhenye Xie bateu o recorde da China nos 100 metros, com a marca de 9,97 (v:0,9), enquanto Albert Rop (Bahrain) venceu os 5000 m em 13.11,84, prova em que o queniano do Sporting, Davis Kiplangat foi terceiro (13.16,81), a menos de três segundos do seu recorde pessoal.

Nas provas femininas, destaque para a etíope Genzebe Dibaba que fez a melhor mundial do ano nos 2000 m (5.27,73); para o triunfo de Francine Nyonsaba do Burundi, nos 800 metros (1.59,71), derrotando a ucraniana Natalya Prishchepa (1.59,83); e a costa marfinense Marie-Josee Ta Lou venceu os 100 metros em 10,95 (v:+1,1).