Noah Lyles “arrasa” nos Campeonatos dos EUA

Noah Lyles vence final em Des Moines

 

Afinal há mais atletismo para além de Bolt! Na mesma noite em que os 100 metros reinavam em Madrid, também arrasavam nos Campeonatos dos Estados Unidos. Christian Taylor infeliz

 

Fantástica final de 100 metros do Campeonato dos Estados Unidos, que se estão a realizar em Des Moines, com o jovem Noah Lyles (20 anos) a escrever uma página da história ao vencer com a marca de 9,88 segundos (melhor marca mundial do ano), à frente de Ronnie Baker (9,90). Isto, depois de horas antes ter corrido a meia final em 9,89 segundos!

Com a ajuda do estatístico Jon Mulkeen, podemos dizer Lyles é o sexto atleta da história a correr duas vezes abaixo de 9,90 segundos no mesmo dia (algo que Usain Bolt fez cinco vezes!). Vejamos os seis magníficos:

Asafa Powell (JAM) – Rieti 07, Rieti 08, Ostrava 10
Justin Gatlin (EUA) – Londres 12, Pequim 15, Eugene 16
Trayvon Bromell (EUA) – Eugene 16
Usain Bolt (JAM) – Pequim 08, Berlim 09, Londres 12, Londres 15, Rio 16
Yohan Blake (JAM) – Londres 12
Noah Lyles (EUA) – Des Moines 18

“Azarado” Christian Taylor

Estava alta a aposta do campeão olímpico e mundial Christian Taylor: correr a meia-final dos 400 metros (e ser apurado para a final) e 10 minutos depois competir no triplo-salto. Mas correu mal.

Nos 400 metros, apuravam-se os quatro primeiros e Taylor foi quinto na sua meia-final com a marca de 45,95. Quem questionava a sua opção, viu os factos dar-lhes razão, pois Taylor ainda prescindiu do primeiro salto, parra recuperar, fez nulo no segundo ensaio e acabou por desistir.

O vencedor do triplo foi Donald Scott (17,37), cinco centímetros mais que Chris Benard (17.32).

A força dos 400 metros barreiras

As meias finais dos 400 metros barreiras mostraram nove atletas abaixo de 50 segundos e a “vítima” foi Quincy Downing, que correu em 49,41 e não vai à final (foi quinto na sua meia-final). A melhor marca de apuramento pertence a TJ Holmes (49,00).

Nas outras finais do dia, Aleia Hobbs venceu os 100 metros femininos (10,91); Rudy Winkler venceu o martelo com 73,76; Maria Michta-Coffey venceu os 20 km marcha com recorde pessoal (1:35.21,59); e Zach Ziemek fechou os dois dias de decatlo com a marca de 8294 pontos.