Inês Monteiro conquista medalha de prata em Tarragona 2018

Inês Monteiro (arquivo)

 

A segunda medalha do atletismo nos Jogos do Mediterrâneo surgiu no meio-fundo feminino (5000 m), por Inês Monteiro, uma das atletas com maior palmarés da selecção portuguesa.

Já na alta roda da alta competição há algumas décadas, a beirã Inês Monteiro, que fez uma pausa na sua carreira, reaparecendo nos últimos anos, esteve em grande destaque neste terceiro dia dos Jogos, ao arrancar o segundo lugar nos 5000 metros, com a sua melhor marca da época (15.54,58), perdendo apenas com a marroquina Kautar Farkoussi (15.52,33). Uma medalha merecida pela sportinguista e pelo meio-fundo feminino português.

Depois, no triplo, as portuguesas Susana Costa (13,81) e Patrícia Mamona (13,79), foram quinta e sextas classificadas, respectivamente, numa prova em que a vencedora foi a francesa Yanis Esmeralda David (14,15); David Lima foi oitavo nos 200 metros, com 21,54, longe do vencedor, o campeão mundial Ramil Guliev, da Turquia (20,15).

Nas restantes finais, sagraram-se vencedores o cipriota Apostolos Parellis, no disco (62,58); o francês Ludvy Vaillant, nos 400 m barreiras (48,76, com a mesma marca de Yasmani Copello, da Turquia); o marroquino Brahim Kaazouzi, nos 1500 m (3.37.14); e a croata Andrea Ivancevic (13,19); e o sírio Majd Eddin Gazzal, no salto em altura (2,28).