Cucujães e Senhora do Desterro vencem II Divisão

Podio feminino da II divisão (foto FPA)

Já estão concluídas as finais da II e III divisões que decorreram em Braga, antes da final da I Divisão. Cucujães (masculinos) e Senhora do Desterro (femininos), na divisão secundária, AC P. Varzim (masculinos) e Oliveira do Douro (femininos), na divisão terciária.

Na II divisão, os campeões foram NA Cucujães, em masculinos, e a ACR Srª Desterro, em femininos. Eles, que competiram na III divisão no ano passado, conseguiram o título com dois pontos de avanço sobre o Campismo de S.J. Madeira (campeão no ano passado), com a formação do Maia a fechar o pódio.

Individualmente, destacaram-se o velocista Guilherme Santos (Esc. Movimento), com 21,89 (v:+0,5) nos 200 m; depois, nos 110 m barreiras, Mauro Fonseca (Gira Sol), com 14,80 (+0,1); no salto em altura, João Duarte (Maia AC), com 2,01 (recorde pessoal); e no martelo, Pedro Capela (Campismo) lançou 54,26.

Em femininos, a equipa da Senhora do Desterro, que foi oitava na I Divisão no ano passado, sagrou-se campeã, à frente do Eirense (segunda em 2017) e do GA Fátima.

Individualmente, destaque para Yolanda Xavier, com 12,80 no triplo salto (+1,50); Elisabete Silva (UC Eirense), nos 100 m barreiras, com 14,56 (+1,1); e para Flávia Costa (ADRE Palhaça) com 44,65 m no dardo.

Classificações colectivas:

Femininos: 1.º, Senhora do Desterro, 119; 2º Eirense, 116; 3.º, GA Fátima, 112; 4.º, Maia AC, 89; 5.º, ADREP, 85; 6.º, JOMA, 78; 7.º, E. Movimento, 77; 8.º, C. Benfica de Faro, 74.
Masculinos: 1.º, NA Cucujães, 109; 2.º, Campismo SJM, 107; 3.º, Maia AC, 103; 4.º, C. Benfica Faro, 100; 5.º, Gira Sol, 92; 6.º, E. Movimento, 83; 7.º, Água de Pena, 81; 8.º, GRECAS, 77.

AC Póvoa de Varzim e Oliveira do Douro campeões da terceira divisão

Tal como no primeiro dia, houve muito equilíbrio na III Divisão, com as cinco primeiras equipas masculinas separadas por apenas 12 pontos e as quatro primeiras femininas por 13. No final, AC Póvoa de Varzim (masc.) e CF Oliveira do Douro (fem.) são os novos campeões.

A equipa da Póvoa, que fora terceira nos dois últimos anos, e que venceu a II divisão em pista coberta, somou mais dois pontos que os açoreanos da Ilha Verde, campeã em 2016 e 2017, com a jovem formação do Novas Luzes a ser terceira.

Em femininos, a equipa de Oliveira do Douro sagrou-se campeã no segundo ano em que surgiu nestes campeonatos, deixando a Fundação Salesianos a quatro pontos, com o Cucujães a subir ao pódio.

Destaque para Sérgio Silva (J. Ilha Verde), com 21,91 nos 200 m (v:+1,2), em masculinos; e Catarina Lourenço, com 24,29 nos 200 m (v:+1,3), e Fatumata Balde, com 14,19 nas barreiras (v:+1,0), ambas da Fundação Salesiana.

Classificação colectiva:

Femininos: 1.º, CF Oliveira do Douro, 108 pontos; 2.º, Fundação Salesianos, 104; 3.º, NA Cucujães, 100; 4.º, Lavra, 97; 5.º, Água de Pena, 96; 6.º, GD Diana, 83; 7.º, AC Vermoil, 77; 8.º, CDR Ribeirinho, 71.
Masculinos: 1.º, AC Póvoa de Varzim, 112; 2.º, Ilha Verde, 110; 3.º, Novas Luzes, 101; 4.º, Mazarefes, 99; 5.º, JOMA, 88; 6.º, AC Vermoil, 86,5; 7.º, CA Baixa da Banheira, 78,5; 8.º, CD Póvoa, 75.

Resultados completos: https://www.fpatletismo.pt/resultados-em-direto-campeonato-nacional-de-clubes-final-da-i-ii-iii-divis%C3%A3o