Sporting avassalador no nacional feminino da I Divisão

Irina Rodrigues um dos pilares da liderança do Sporting (arquivo)

O Sporting está a caminhar a passos largos para mais um título de clubes no nacional feminino da I Divisão. Será o 48º título, isto se continuarem, como tudo indica, com o ritmo de vitórias que apresentaram na primeira jornada da final da I Divisão que está a decorrer em Braga, juntamente com o nacional masculino, e com as finais das II e III divisões

As leoas levam já 27 pontos (!) de vantagem sobre a formação do Juventude Vidigalense que, por sua vez, têm mais dois pontos que o Benfica.

Neste primeiro dia, o Sporting apenas perdeu duas provas, os 1.500 metros para a jovem estrela de Braga, Mariana Machado, com a leoa Salomé Afonso a ser segunda, e nos 3000 metros obstáculos, em que a vencedora foi líder do ano, Joana Soares, do Jardim da Serra, com outra madeirense, Daniela Sousa, do Estreito, a ser segunda, antes da representante do Sporting, Lília Martins, apenas terceira.

De resto as leoas tudo venceram, com Lorene Bazolo a fazer mesmo a melhor marca do ano nos 100 metros (11,44), de novo melhor que a marca de qualificação para os Europeus; Cátia Azevedo de novo abaixo dos 53 segundos nos 400 m; Evelise Veiga a impor-se no comprimento por apenas um centímetro a Lecablea Quaresma (que também foi terceira na altura, onde triunfou Anabela Neto); as lançadoras Irina Rodrigues e Vânia Silva sem oposição; e a estafeta a fazer a terceira marca do ano.

A última prova foi a de 5000 metros femininos, com Sara Moreira a triunfar com 40 segundos de vantagem, mas a não ficar satisfeita com a sua prestação.

“Consegui dar o máximo de pontos à equipa, mas não estou satisfeita com a minha prestação, porque vinha para correr rápido, mas o corpo não correspondeu. Como percebi que não ia a correr para aquilo que queria, acabei por gerir a corrida, não valia pena estar a forçar”, disse a atleta natural de Santo Tirso à agência Lusa.

No final da jornada, o diretor técnico do Sporting, Carlos Silva, mostrou-se “orgulhoso” na prestação das suas atletas.
“Faço um balanço muito positivo na equipa feminina, não só pelo número pontos como pela prestação individual de cada atleta. Demonstraram a sua qualidade, e a razão de serem as campeãs europeias de clubes, associando vitórias a elevadas prestações”, considerou.

Principais resultados

100 m (v: +2,0 m/s): 1.ª, Lorene Bazolo (SCP), 11.44; 2.ª, Tamiris de Liz (SLB), 11.73; 3.ª, Joana Carlos (JV), 11.96.
400 m: 1.ª, Cátia Azevedo (SCP), 52.72; 2.ª, Rivinilda Mentai (SLB), 54.43; 3.ª, Joceline Monteiro (JV), 55.11.
1500 m: 1.ª, Mariana Machado (SCB), 4:24.53; 2.ª, Salomé Afonso (SCP), 4:26.61; 3.ª, Carla Mendes (JV), 4:37.25.
5000 m: 1.ª, Sara Moreira (SCP), 16:00.12; 2.ª, Silvana Dias (SLB), 16:40.84; 3.ª, Filomena Costa (AJS), 16:42.05.
3000 m obstáculos: 1.ª, Joana Soares (AJS), 10:30.10; 2.ª, Daniela Sousa (GDE), 10:37.46; 3.ª, Lília Martins (SCP), 11:16.14.
Altura: 1.ª, Anabela Neto (SCP), 1,76; 2.ª, Rafaela Vitorino (SCB), 1,74; 3.ª, Lecabela Quaresma (JV), 1,72.
Comprimento: 1.ª, Evelise Veiga (SCP), 6,13 (+0.8); 2.ª, Lecabela Quaresma (JV), 6,12 (+0.7); 3.ª, Shaina Mags (SCB), 6.00 (+1.2).
Disco: 1.ª, Irina Rodrigues (SCP), 58,38; 2.ª, Ophelie Oliveira (JV), 49,18; 3.ª, Ivanilda Lopes (SLB), 40,72.
Martelo: 1.ª, Vânia Silva (SCP), 60,69; 2.ª, Andreia Venade (SCB), 54,71; 3.ª, Daniela Paço (JV), 48,54.
3000 m marcha: 1.ª, Vitória Oliveira (SCP), 13:32.25; 2.ª, Mara Ribeiro (SLB), 13:35.02; 3.ª, Kristina Saltanovic (JV), 13:38.70.
4X100 m: 1.ª, Sporting C P (SCP9, 45.49; 2.ª, S L Benfica, 47.32; 3.ª, J. Vidigalense, 48.26.
Classificação colectiva no final do primeiro dia: 1.º, Sporting, 85 pontos; 2.º, J. Vidigalense, 58; 3.º, Benfica, 56; 4º, SC Braga, 50; 5.º, A Jardim da Serra, 44; 6.º, Estreito, 39; 7.º, GRECAS, 34; 8.º, Marítimo, 27.

Resultados totais: http://resultados.fpatletismo.pt/prova.aspx?id=1803035&date=21/07/2018