Forte equipa feminina já selecionada para os Europeus de corta-mato

As três primeiras do nacional de corta-mato 2018 (foto António Manuel Fernandes)

A Federação Portuguesa de Atletismo divulgou ontem os critérios de seleção para a sua representação nos Campeonatos Europeus de Corta-mato, que se realizam em Tilburg, na Holanda, no dia 9 de dezembro, com a novidade de ter já selecionado a equipa feminina, chamando as atletas Catarina Ribeiro, Inês Monteiro, Jéssica Augusto, Salomé Rocha, Sara Moreira (todas do Sporting) e Marta Pen (do Benfica), todas para a equipa principal, e ainda a jovem Mariana Machado, do Sporting de Braga, para a prova de juniores.

Vai mais longe a comunicação federativa ao pré-selecionar mais três atletas: Ana Dulce Félix, Rui Pinto e Samuel Barata, todos do Benfica, que terão de mostrar estar em boa forma nas competições realizadas entre os dias 4 e 25 de novembro (onde cabem os corta-matos de Amora, dia 4, Barcelos, dia 11, e em especial, Torres Vedras, dia 18), e também o Crosse de Alcobendas (Espanha), no dia 25 de novembro)

O crosse espanhol entra nas contas porque o responsável pela equipa, o novo técnico nacional de meio-fundo longo, António Sousa, escolherá seis atletas sub-20 e sub-23, de ambos os sexos, para competirem nesta prova, saindo daí os quatro melhores portugueses para competirem nos Europeus.

Também para os seniores masculinos, a FPA promoverá a participação de quatro atletas, sendo os dois melhores portugueses selecionados para os Europeus.

Contudo, na nota enviada pela FPA, há a ressalva de poderem participar outros portugueses em Alcobendas, sendo todos eles elegíveis para a escolha final.

Pela primeira vez Portugal irá apresentar uma equipa na estafeta (4×1,5 km), sendo escolhidos os dois primeiros de cada uma das provas de 1.500 metros que se realizarão no Crosse de Torres Vedras.

A federação lusa fez ainda um alerta aos atletas: “A presença dos atletas convocados é obrigatória. A ausência injustificada implica a suspensão imediata de todos os apoios ao atleta e ao respetivo treinador. A dispensa por lesão terá de ser confirmada pelo departamento médico da FPA e implica a ausência do atleta de qualquer competição até 01 de janeiro de 2019.”

Recorde-se ainda que Portugal realizará os Campeonatos Europeus de Corta-mato de 2019, no Parque da Bela Vista, em Lisboa.

Mais informação: https://www.fpatletismo.pt/crit%C3%A9rios-de-sele%C3%A7%C3%A3o-para-o-campeonato-da-europa-de-corta-mato-0