O corta-mato regressou à Amora… com milhares

Chegada apertada em Amora (fotos de António Manuel Fernandes)

A primeira prova de corta-mato a contar como observação para os Europeus de Corta-mato, que se realizarão a 9 de dezembro em Tilburg, realizou-se no concelho do Seixal, com a realização da 29ª edição do Corta-Mato Cidade de Amora, que conheceu dois nomes que se estrearam na galeria dos vencedores: Luís Saraiva, do Sporting de Braga, e Neide Dias, do Benfica.

Num dia muito bom para a prática da modalidade, com mais de mil participantes nas provas de todos os escalões, e com outros tantos no público, a prova principal masculina terminou com um forte “sprint”, decidindo-se o vencedor apenas na meta, no percurso com 1500 metros, alterado em relação aos anos anteriores.

Nesta corrida, o favorito era António Silva, do Sporting, que andou sempre na frente da corrida, mas nos metros finais não conseguiu desenvencilhar-se do jovem Luís Saraiva, que o derrotou mesmo em cima da meta.

Filipe Fialho e Luís Saraiva

O atleta bracarense foi cronometrado com o tempo de 27.28 minutos, tendo sido atribuído mais um segundo ao sportinguista, enquanto o terceiro classificado foi Marco Teixeira, do Vitória de Setúbal, com 27.49 minutos.

“Estava a contar com mais atletas a lutarem pelo triunfo, de resto foi o que esperava poder vir a fazer, apesar de ter tido um pequeno percalço durante a semana, a nível respiratório, do qual me ressenti um pouco nesta corrida. O meu objetivo principal nesta fase é lutar por um lugar na seleção para o Europeus de corta-mato”, disse o bracarense.

De Luanda para o triunfo em Amora

Já na prova feminina, a benfiquista Neide Dias, que chegou na sexta-feira de Luanda (onde reside e dá aulas), venceu a prova de 7.500 metros em 28.06 minutos, derrotando a algarvia Vera Fernandes, da Associação Académica da Bela Vista (29.00), e de Joana Ramalho, da Run Tejo (30.19).

Neide Dias

“Há dois dias estava em Luanda, com calor, e agora senti um pouco o frio, mas senti-me muito bem ao longo da corrida, sendo este triunfo muito positivo”, disse a atleta, que tem muitas provas portuguesas na agenda, para além das principais competições do clube que representa.
Nota ainda para os vencedores dos escalões de sub-23, Filipe Fialho, do Benfica, e Manuela Martins, do Maratona.

Manuela Martins

 

Vitórias para todos os gostos

Realizou-se pela primeira vez em Portugal uma prova de corta-mato de 1.500 metros, para primeira observação de atletas que possam integrar a equipa mista portuguesa para o Europeu de corta-mato, registando-se os triunfos de Emanuel Rolim, do Benfica, e Olga Serbyn, do Fátima.

Emanuel Rolim
Olga Serbyn

Outros vencedores: juniores – Duarte Gomes (SL Benfica) e Laura Taborda (Sporting CP); juvenis – Francisco Cerveira (CN Rio Maior) e Inês Borba (Vitória FC); iniciados – Francisco Silva (EA Rosa Oliveira) e Diana Fernandes (UD Várzea); infantis – Miguel Aguiar (Nucleoeiras) e Lara Costa (UD Várzea); benjamins – Dinis Silva (GDP Chão Duro) e Cátia Khvas (Nucleoeiras); veteranos I – Jorge Robalo (Vitória FC) e Mónica Vieira (UA Povoense); veteranos II – Luís Rações (Vitória FC) e Carla Machado (UD Várzea); veteranos III – Artur Santiago (Vitória FC) e Lucília Soares (C.D. São Domingos); veteranos IV – Pedro Pessoa (Clube Pedro Pessoa); veteranos V – Peter Knight (NDC Odemira); veteranos VI – Aires Pratas (UA Povoense); veteranos VII – Fernando Chamusca (L. Pastora).

Resultados completos (à excepção do crosse de 1500 metros) na página da Junta de Freguesia de Amora.