Dulce Félix e Ladan Wanjiku venceram em Vilamoura

Pódio em Vilamoura (foto facebook de Ana Cabecinha)

A benfiquista Dulce Félix e o queniano Ladan Wanjiku foram os vencedores da Meia Maratona de Vilamoura, prova integrada no Algarve TriRun 4.0, que hoje decorreu no Algarve.

A atleta benfiquista, a preparar a sua participação na Maratona de Valência, cumpriu a prova em 1:17.45 horas, deixando para trás a marchadora Ana Cabecinha (1:21.18), que voltou a subir ao pódio na competição. A já veterana Ana Dias, do Areias de S. João, foi a tercecira classificada (1:24.27). Fora do pódio ficaram duas atletas de Pechão: Edna Barros (1:27.12) e Carolina Costa (1:29:13).

A prova masculina foi dominada pelo queniano Ladan Wanjiku, que terminou em 1:07.36 horas, quase dois minutos menos que o vencedor do ano passado, Jorge Varela, do Areias de São João (1:09.28), com Augusto Costa, do Amigos da Montanha, em terceiro (1:10:359.

Resultados completos em CronoAlgarve.

Bruno Baixão com “tri” em Abrantes

Entretanto, na Meia Maratona de Abrantes, Bruno Paixão, do Beja AC, voltou a triunfar, agora em 1:07.30, conquistando o seu terceiro triunfo nas três edições da prova. Atrás dele ficou o recente campeão de Portugal de maratona, José Sousa (Escola Atletismo de Coimbra / JPaiva), com 1:07.34, ficando Ricardo Figueiredo (CA Seia), na terceira posição com 1:08.41.

Em femininos, o triunfo pertenceu a Alexandra Oliveira (Recreio Desportivo de Águeda), que repetiu o triunfo de 2016, agora com a marca de 1:19.18. Inês Marques (Escola Atletismo de Coimbra / JPaiva), com 1:19.58, e Veronica Scutaru (GDRC Ponterrolense), com 1:24.46, fecharam o pódio.

Resultados completos na página do “Trilho Perdido”.