Salomé Rocha a melhor portuguesa em Alcobendas

Salomé Rocha (foto de arquivo)

Forte presença portuguesa no Crosse da Constituição, em Alcobendas, perto de Madrid, onde fechavam as contas para a seleção portuguesa nos diversos escalões para os Europeus de Corta-mato, que se realizarão dentro de duas semanas em Tilburg, na Holanda. Segundo os critérios publicados, as prestações dos portugueses determinariam a escolha dos quatro melhores dos escalões etários mais baixos (com exceção dos sub-20 femininos, que já têm uma selecionada, Mariana Machado, e com a FPA a determinar se mantém o critério), e os dois melhores seniores masculinos.

Fora destas contas está a principal representação feminina, que tem já selecionadas as atletas Sara Moreira, Jessica Augusto, Inês Monteiro, Marta Pen, Salomé Rocha e Catarina Ribeiro.

Contudo, os melhores resultados de hoje pertenceram a estas duas últimas atletas, ambas do Sporting. Salomé Rocha terminou em quarto lugar, com 28.30 minutos, e a campeã nacional de 2017, Catarina Ribeiro, terminou em quinto, com 29.09. Outra portuguesa, Cátia Santos (Estreito), foi 14ª (30.03).

A vencedora da prova foi a queniana Eva Cherono (27.20), que se impôs à favorita, a também queniana, Gloria Kite (27.30), fechando o pódio a espanhola Trihas Gebre (28.01).

Nesta prova correram as atletas sub-23 femininos, com a melhor portuguesa a ser Lília Martins (J. Vidigalense), sexta no escalão, à frente de Manuela Martins, do Maratona (7ª), de Helena Alves, do Várzea (9ª), e de Laura Regalado, do Grecas (12ª).

André Pereira o melhor português chegou em 10º

Na prova masculina, o melhor português foi o benfiquista André Pereira, 10º classificado na geral, corrida que conheceu como vencedor o ugandês Jacob Kiplimo, campeão mundial sub-20 de corta-mato, que obteve o seu terceiro triunfo este ano nos crosses espanhóis, cortando a meta em 30.01 minutos, deixando o eritreu Aron Kifle a 22 segundos e o júnior queniano do Benfica Edward Zakayo, a 43 segundos.

Nesta prova de seleção da equipa nacional, o sportinguista António Silva (segundo no crosse de Amora) foi 13º, com outro sportinguista, Miguel Marques (vencedor em Torres Vedras), a chegar em 15º lugar à frente do colega de equipa Tiago Costa.

Nos sub-23, o melhor dos portugueses foi João Pereira, do Maratona (segundo no escalão), à frente de Filipe Fialho, do Benfica (4º), Ricardo Ferreira, do Novas Luzes (5º), e Pedro Silva, do AC Póvoa (7º).

Nos escalões sub20, a maiata Lia Lemos, vencedora em Torres Vedras, foi a melhor portuguesa (5ª na geral), seguida de Patrícia Silva, do Benfica (7ª) e Laura Taborda (12ª). Em masculinos, o melhor foi o benfiquista Isaac Nader (também ele vencedor em Torres Vedras), em quinto, e depois ficaram os também benfiquistas Duarte Gomes (7º) e Miguel Ribeiro (8º), e depois Nuno Pereira, do Sporting (10º).

Mas houve mais resultados portugueses em Alcobendas, podendo ser consultados na página oficial.