As S. Silvestres de ontem: do Funchal a Quarteira…

S. Silvestre de Lisboa (foto arquivo melhormarca.pt)

Na tarde e noite de ontem estavam previstas sete corridas de S. Silvestre, em território continental e na ilha da Madeira, sendo esta a prova mais antiga de final de ano em Portugal.

O espanhol António Abadia, pela terceira vez, e a portuguesa Cátia Santos, em estreia, venceram ontem a 60.ª edição da Volta à Cidade do Funchal em atletismo, disputada no centro do Funchal, a mais antiga prova de fim de ano de Portugal.

O atleta espanhol, que foi 14.º no Europeu de corta-mato, liderou a corrida desde início, impondo-se com relativa facilidade à concorrência mais direta e cortando a meta em 16.30 minutos, com mais de meio minuto de vantagem sobre o português Rui Teixeira (17.06), do Sporting, campeão nacional de corta-mato. No terceiro lugar ficou o atleta da Madeira Bruno Moniz, do Água de Pena, a um minuto e 14 segundos do vencedor (17.44).

Em femininos, triunfo de Cátia Santos, de um clube insular, o GD Estreito. A internacional portuguesa gastou o tempo de 19.23 minutos para percorrer os 5.850 metros do percurso, deixando para trás a espanhola Maria José Perez (19.30), que nos Europeus de corta-mato cortara a meta com 50 segundos de vantagem sobre a portuguesa. Completou o pódio Daniela Sousa, do GD Estreito (19.51).
Terminaram a prova (resultados provisórios) 4205 concorrentes, sendo 1008 mulheres (cerca de 24 por cento!)

Ermesinde com mais de meio milhar

A São Silvestre de Ermesinde, após um ano de interregno, voltou a realizar-se (vai na quarta edição), registando 580 chegados, com triunfos individuais repartidos entre Benfica e Sporting.

Em masculinos o triunfo foi do benfiquista Pedro Ferreira (31.10), que derrotou Paulo Fontão, NA Taipas (33.39) e Paulino Moreira, Sambrazense (33.42).

Em femininos, triunfo da sportinguista Mariana Castanheira (36.31), com Andreia Santos, da Run Tejo (36.35) e Liliana Rocha, EA Rio Tinto (38.12), a subirem ao pódio.

Em Lousada também se correu

Outra São Silvestre decorreu em Lousada, com triunfos de Pedro Silva, individual, em 32.12, e Rosa Madureira, do FC Penafiel (38.08).
Ele derrotou João Almeida, EA Coimbra (32.14) e Nuno Costa, S. Salvador Campo (32.27) e ela impôs-se a Susana Vilela, S. João da Serra (38.43) e Andreia Cunha, Famalicão Runners (38.44).

Vendas Novas com pouca gente

A Casa do Sport Lisboa e Benfica em Vendas Novas organizou mais uma corrida da cidade alentejana, com pouca participação (80 corredores chegadas), que se justificam pela pequena divulgação.

O vencedor masculino foi Jorge Robalo, do Vitória de Setúbal, que terminou os 7 km de corrida em 22.40 minutos, à frente de Tomás Azevedo, Fawz concept (22.58) e de Rodrigo Carrilho, do clube organizador (23.09).

Em femininos, triunfo de Maria Beatriz Saramagaio, individual (31.57), à frente de Manuela Pinto, de O MUNDO DA CORRIDA (33.47), primeira veterana, e de Belisa João, de Lontras (33.51).

Quarteira em festa de fim-de-ano

Mais para sul, em Quarteira, 458 participantes na sua São Silvestre, sendo 128 mulheres. Nenhum triunfo português.
Em masculinos venceu Nicolai Riechers, Individual inscrito no Algarve, com o tempo de 33.44, derrotando o português Celso Brito, do Sambrasense (35.10), e o alemão Tobias Singer (35.11).

Em femininos triunfou a alemã Mareike Dottschadis (40.23), que derrotou as portuguesas Carina Correia, Individual (43.42) e Rita Coelho, CB Faro (45.36).