Portugueses competiram em Glasgow, Nova Zelândia e Zaragoza

Marta Onofre

A estagiar na Nova Zelândia, a sportinguista Marta Onofre aproveitou para competir e obteve hoje o quarto lugar no ‘meeting’ Potts Classing, que se realizou em Hawkes Bay (Napier), saltando 4,01 metros (já tinha feito 4,05 em dezembro).

Triunfou a neo-zelandesa Eliza McCartney, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos Rio’2016, com 4,85 metros, igualando a melhor marca mundial do ano, da russa Anzhelika Sidorova.

Na prova masculina, Diogo Ferreira, também recordista de Portugal, não conseguiu nenhum salto válido, numa prova conquistada pelo finlandês Thomas Weksten (5,21 metros).

Benfiquistas competiram na pista dos Europeus de Glasgow

Quatro atletas do Benfica deslocaram-se hoje a Glasgow, onde participaram nos Campeonatos da Escócia de pista coberta, uma competição que decorreu nas mesmas instalações onde serão realizados os Europeus de pista coberta.

Destaque para os triunfos dos brasileiros Tamiris de Liz e João Oliveira, nos 60 e nos 60 metros barreiras, respetivamente. Ela triunfou com a marca de 7,37 segundos, ele venceu em 8,05 segundos.

Por seu lado, José Lopes terminou no segundo lugar nos 60 metros, com 6,85 segundos – antes vencera a eliminatória em 7,09 e a meia final em 6,82 –, e Diogo Antunes foi quarto, com 6,88 (venceu a sua eliminatória, em 7,01, e a meia final em 6,90).

Marcos Chuva em Zaragoza

Entretanto, em Zaragoza (Espanha), Marcos Chuva regressou aos meetings internacionais, sendo quinto no salto em comprimento, com a marca de 7,60 metros, numa prova em que o vencedor foi o alemão Maximiliam Entholzner (7,89).

Jessica Barreira terceira no Texas Tech

Já nos Estados Unidos, Jessica Barreira, que está na Universidade do Arizona, foi quarta no triplo salto no Texas Tech Classic, em Lubbok, com a marca de 12,85 metros. A sportinguista já saltou 6,05 metros no comprimento este ano, no Lumberjak Team Challenge, a 18 de janeiro.