Sporting nas Açoteias a defender títulos Europeus

A festa de todas as equipas do Sporting no final (foto Marcelino Almeida)

No próximo domingo, a Aldeia das Açoteias receberá, pela 11ª vez na história, a realização da Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-mato, prova que fará parte do 42º Crosse Internacional das Amendoeiras em Flor, que ficará por acrescentar ao quadro de honra os vencedores individuais da Taça.

Nesta Taça, o Sporting apresenta-se com algum favoritismo para revalidar os títulos masculinos e femininos conquistados no ano passado em Mira. Em masculinos, os “leões” procuram o 16.º título entre os homens e consolidar o estatuto de clube com mais títulos da história da competição. Apenas os italianos do Casone e os espanhóis do Bikila parecem ser capazes de lutar com o Sporting, enquanto o ugandês Jacob Kiplimo (Casone), ainda júnior, vencedor de quatro dos grandes crosses do Circuito espanhol e que correu abaixo dos 27 minutos na San Silvestre Vallecana, em Madrid, é o grande favorito a nível individual, embora tenha que contar com outro jovem, o queniano Davis Kiplangat, que venceu no ano passado esta prova, ao serviço do Sporting.

Outros candidatos individuais são o turco Ramazan Ozdemir, terceiro classificado no ano passado, o espanhol Ayad Lamdassen, quarto em 2018 e três vezes vencedor, e o belga Robin Hendrix, oitavo em 2018.

Prova feminina também está forte

Na prova feminina, o Sporting procura o segundo título coletivo, depois do conseguido em 2018, em Mira, e surge como candidato principal, sendo que o Maratona é a equipa lusa com mais títulos – 10.

A equipa lisboeta mantém a maioria das melhores fundistas portuguesas e reforçou-se com a jovem queniana Fancy Cherono, de 17 anos, terceira classificada nos 3.000 metros obstáculos nos Campeonatos de África. Mas os grandes valores portugueses da formação, Sara Moreira e Jessica Augusto (segunda em 2018), a par de Catarina Ribeiro (campeã nacional de estrada) e das recuperadas Carla Salomé Rocha e Inês Monteiro, são importante trunfo coletivo, e muitas delas estarão na luta pelo triunfo individual, a par de Trihas Gebre, a melhor espanhola nos Europeus, e a polaca Katarzyna Rutkowska, vencedora em Mira no ano passado.

A formação polaca e a equipa espanhola surgem como fortes candidatas ao pódio coletivo.

Os juniores também buscam o pódio

Na prova de juniores, que os portugueses já venceram individualmente por Ruben Silva (2012, pelo Benfica) e Silvana Dias (em 2013, pelo Várzea), e coletivamente pelo Benfica, em 2012 e 2013, os ‘encarnados’ apostam no queniano Edward Pingua e no algarvio Etson Barros, para reconquistar o título.

Em femininos, compete o Sporting, liderado por Bárbara Neiva, numa prova em que o estatuto de principal candidata ao triunfo pertence à dinamarquesa Ann Mark Helwigh, vencedora das duas últimas edições.

As provas realizam-se no próximo domingo e todas as informações podem ser recolhidas na página oficial da prova.

Deixamos aqui as tabelas dos últimos vencedores das provas de seniores (desde 2010):

Clubes Campeões Europeus Masculinos (desde 2010)

Clubes Campeões Europeus Femininos (desde 2010)

Vencedores do Crosse das Amendoeiras (desde 2010)