Francisco Belo de ouro na Taça da Europa de Lançamentos

Pódio do peso em Samorin

A primeira jornada da Taça da Europa de Lançamentos (em Samorin, na Eslováquia) proporcionou uma medalha de ouro para Portugal através de Francisco Belo, que venceu o peso com a marca de 20,97 metros, igualando o seu melhor de sempre, que tinha sido obtido há uma semana, em Glasgow, nos Europeus de pista coberta.

 

Afonin, Belo e Bertemes, trio de peso (foto Paulo Reis)

O atleta do Benfica, que foi quarto classificado em Glasgow, defrontou vários lançadores que estiveram na Escócia, e voltou a derrotá-los a todos. Belo abriu o concurso com 19,60 m, melhorou para 20,23 e no terceiro ensaio conseguiu 20,97 metros. Ainda fez 20,89 m ao quarto ensaio, anulou o quinto e fechou com 20,36 m. Os 20,97 m de Belo (que estava inscrito no disco, mas optou apenas pelo peso) são agora recorde da pista eslovaca e é a melhor marca europeia deste ano (terceira no Mundo, ambas ao ar livre).

Ainda subiram ao pódio o russo Maksin Afonin (atleta autorizado), que lançou 20,60 m, e Bob Bertemes, do Luxemburgo (20,55), enquanto o outro português presente, o recordista de Portugal, Tsanko Arnaudov, do Benfica, terminou em oitavo lugar, com a marca de 19,07 metros, o único ensaio que validou (foi anulando diversos lançamentos que não correram ao seu agrado).

Refira-se ainda que Portugal vem conquistando consecutivamente medalhas nesta competição deste 2007, sendo esta a terceira medalha de ouro (a segunda no peso masculino) depois de Teresa Machado, no disco, em 2003, e de Marco Fortes, no peso, em 2012.

Francisco Belo com a medalha

Resultados honrosos dos portugueses

Quanto aos restantes portugueses, Edujose Lima, do Sporting, terminou em sexto lugar o grupo B do lançamento do disco, com a marca de 53,94 metros (esta época já tinha melhor, com 55,78 m).

Antes dele, o primeiro a entrar em prova foi Décio Andrade. O atleta do Estreito, a estudar nos Estados Unidos, terminou o lançamento do martelo para atletas sub23 em sexto lugar, com a marca de 67,42 metros, um recorde pessoal. O vencedor foi o ucraniano Myhaylo Kokhan, que lançou a 76,68 metros.

Finalmente, Leandro Ramos, do Benfica, foi oitavo classificado no lançamento do dardo para atletas sub23, lançando o engenho a 72,63 metros, o seu melhor resultado do ano. O vencedor foi o bielorusso Aliaksei Katsavets, com 82,45 metros (melhor marca mundial do ano).