Vivian Cheruyiot nova “rainha” da Meia Maratona de Lisboa

Imagem de corredores na ponte

A 29ª edição da EDP Meia Maratona de Lisboa fica marcada pela grande corrida da queniana Vivian Cheruyiot, que bateu largamente o recorde da prova (no percurso com partida de Algés), cortando a meta em 1:06.34 horas. Na corrida masculina, vencida pelo etíope Mosinet Geremew, 14 corredores terminaram em menos de 61 minutos.

Num dia quase perfeito (não fora o vento), a queniana de 35 anos, a campeã olímpica de 5000m no Rio 2016 (e vice-campeã em 10.000 metros), correu sozinha após os 10km e terminou em 1:06:34, melhorando em mais de minuto e meio o recorde da prova (neste percurso plano), que estava em 1:08:22, estabelecida pela queniana Rose Chelimo, em 2015.

Vivian Cheruyiot

Refira-se que a melhor marca feminina, ainda com partida no tabuleiro da Ponte 25 de Abril, é de 1:05.44, e foi obtido pela queniana Susan Chepkemei em 2001.

Na conferência de imprensa anterior à prova, Vivian Cheruyiot afirmara querer fazer melhor do que conseguira em 2017 (2ª) e cumpriu.
«Foi uma boa corrida para mim», disse ela. «Só o vento forte me fez correr mais devagar. Corri para bater o meu recorde pessoal e estou feliz. Foi um grande teste para a Maratona de Londres, no mês que vem», completou a atleta antes de subir ao pódio.

Atrás dela, a mais de um minuto, chegou a etíope Zeineba Yimer (20 anos), com 1:08.07 (aquém da 1:05.46 que lhe deu este ano o segundo lugar em Ras Al Khaimah), e o pódio ficou completo com a jovem (21 anos) Sandra Tuei Felis que se estreou na distância com 1:08.14. Fora do pódio, ficaram as quenianas Linet Masai (1:08:51) e Caroline Chepkemoi (outra estreia, em 1:09:13).

Sprint para o sexto lugar na Meia Maratona de Lisboa

Grande despique no final entre a sueca Meraf Bahta (6ª nos 1500 m dos JO Rio Janeiro 2016 e campeã europeia de 5000 m em 2014 e segunda em 2016), que se estreou em Lisboa na meia maratona, e a portuguesa Sara Moreira, terminando ambas com 1:12.09.

Sara Moreira e Hermano Ferreira, os melhores portugueses

A atleta do Sporting, a preparar-se para competir numa maratona da primavera (Roterdão), a melhor portuguesa em prova afirmou ter terminado os 21.097,5 quilómetros com a sensação de «objetivo cumprido. Já consegui aqui excelentes resultados e este foi mais um desses dias. O objetivo foi cumprido e as sensações foram muito boas. Estou muito satisfeita pelo resultado. Não é o que estou a valer, mas o vento contra não ajudou ao resultado final», afirmou, adiantando que até à sua participação na Maratona de Roterdão, em Abril, bastará afinar alguns pormenores.

Também contente estava a segunda portuguesa, Jessica Augusto, do Sporting, sétima classificada com 1:13.07, a preparar a sua participação na maratona de Hamburgo, a 28 de abril. «A preparação tem corrido bem e estava confiante para fazer melhor, mas corri muito tempo sozinha. Sinto que estou no bom caminho. Quero fazer marca para Tóquio, mas farei outra maratona mais tarde. Nada é garantido, somos várias atletas para três lugares!»

A terceira portuguesa foi Carla Martinho, do Desportivo de Águeda, com 1:16.14.

Mosinet Geremew à beira do recorde pessoal

A corrida masculina foi diferente, com um de 14 corredores na frente à passagem do 15º quilómetro. Foi a partir daí que começaram as alterações na frente, mas ao 18º km ainda estavam 11 atletas na luta pelos primeiros lugares. Foi aí que Geremew atacou, garantindo a liderança para uma vitória em 59:37, não muito longe de seu recorde pessoal de 59:11 em 2014.

Mosinet Geremew

«Eu não estou na melhor forma e não corri bem, disse-nos Geremew que não estava à espera do triunfo. «Mesmo assim, estou feliz com esta vitória, num teste perfeito para a minha corrida na Maratona de Londres em abril».

O etíope foi o melhor dos 14 corredores que cortaram a meta abaixo de uma hora e um minuto. Outro etíope, Berehanu Wendim Tsegu ficou em segundo lugar em 59:42, o que é uma impressionante estreia. O queniano Isaac Temoi foi terceiro em 59:44, com recorde pessoal.

Depois houve vários recordes pessoais, a começar pelo eritreu Abrar Osman (59:47), John Loitang (60:09), Nicholas Kosimbei (60.21) e Polat Arikan (60.27).

Entre os portugueses, o melhor, uma vez mais, foi Hermano Ferreira, que terminou em 27º lugar. O atleta do Casaense, 27.º classificado da geral, em 1:05.28 horas, assumiu que foi uma prova difícil depois da morte da sua avó. «Senti-me bem, mas tive um dia difícil depois de ontem [no sábado] a minha avó ter falecido. Tive de ter mais força, ainda para mais num percurso com condições muito difíceis por causa do vento, para quem correu praticamente sozinho. Fiz um bom resultado, estou contente por ser o melhor português, mas claro que queria outra marca”, disse no final.

Yousef El Kalai, cujo “chip” não funcionou, foi o segundo português a cortar a meta, a mais de um minuto e meio de Hermano, enquanto o terceiro português foi Jorge Varela.

Recorde de participantes

Esta Meia Maratona de Lisboa envolve outras provas, como o Luso 7 km , a Corrida do Luzinha, o Passeio Avós e Netos, e a Mini Maratona, no mesmo dia da Meia.

Nesta última, destaque para os vencedores, Gonçalo Batista e Manuela Martins, ambos do Maratona.

Gonçalo Batista e Manuela Martins

Segundo os resultados provisórios, terminaram a Meia Maratona de Lisboa 10.603 concorrentes, um novo recorde de participação.

Principais resultados:

Masculinos
1. Mosinet Geremew (Eti), 59.37 minutos
2. Berehanu Wendemu Tsegu (Eti), 59.42
3. Isaac Kipsang Temoi (Que), 59.44
4. Abrar Osman (Eri), 59.47
5. Kelvin Kiptum Cheruiyot (Que), 59.53
6. Edwin Kiptoo (Que), 59.57
7. John Loitang (Que), 01:00.09
8. Bernard Kimani (Que), 01:00.11
9. Simon Cheprot (Que), 01:00.12
10. Nicholas Kosimbei (Que), 01:00.21
(…)
27. Hermano Ferreira (Casaense), 01:05.28
28. Yousef El Kalay (S. Salvador Campo), 01:07.01
30. Jorge Varela (Areias S. João), 01:07.30
32. Bruno Paixão (Beja AC), 01:08.00
Femininos
1. Vivian Cheruiyot (Que), 01:06.34
2. Zeineba Yimer (Eti), 01:08.07
3. Sandra Tuei Felis (Que), 01:08.14
4. Linet Masai (Que), 01:08.51
5. Caroline Chepkemoi (Que), 01:09.13
7. Meraf Batha (Sue), 01:12.09.
6. Sara Moreira (Sporting), 01:12.09.
8. Jéssica Augusto (Sporting), 01:13.07.
9. Elena Loyo (Esp), 01:15.36.
10. Monika Bytautiene (Lit), 01:16.01.
11. Carla Martinho (Recreio Águeda), 01:16.14
12. Milda EIMONTE (Lit), 01:16:27
13. Marta ESTEBAN (Esp), 01:17:12

 

Texto: António Manuel Fernandes

Fotos: Organização