Inês Henriques e João Vieira anfitriões de Rio Maior com mais de 200 provas de 20 km

Inês Henriques em Rio Maior (foto AMF)

Medalhados olímpicos e mundiais defrontam-se na “Capital da Marcha Atlética” em busca de resultados com “rankings mundiais” também na objetiva

É já sábado que Rio Maior receberá a organização do seu Grande Prémio de Marcha Atlética, que já entra na sua 28ª edição, e que integra o Challenge de Marcha Atlética da IAAF (Associação Internacional de Federações de Atletismo). A “Capital da Marcha Atlética”, como costumamos chamar à cidade ribatejana, volta a juntar nomes grados da especialidade e que não podemos deixar de salientar.

Mas os anfitriões são os atletas da casa, Inês Henriques e João Vieira, que são os mais destacados atletas da cidade ainda em competição, com números verdadeiramente invejáveis. Usando os registos estatísticos “Tilastopaja.eu”, verifica-se que a campeã mundial e europeia dos 50 km marcha, Inês Henriques, do alto dos seus 38 anos, regista um total de 195 competições oficiais que entram nos padrões dos destaques internacionais, partindo para a sua 110ª prova de 20 km em estrada (ela que tem 3 de 20.000 metros, em pista).

A atleta do Clube de Natação de Rio Maior, que tem a marca de 1:29:00 horas como recorde pessoal, não é a principal favorita a este Grande Prémio de Rio Maior, uma prova que nunca venceu, pois a organização, para além de garantir, uma vez mais, a presença da recordista de Portugal, Ana Cabecinha, do Pechão, que tem como recorde 1:27:46, também ela com um invejável total de 184 provas oficiais, sendo 72 de 20 km (!), garantiu a presença da chinesa Shenjie Qieyang, vice-campeã olímpica de 20 km em Londres 2012, vencedora no ano passado em Rio Maior (e também em 2016), que tem como melhor marca 1:25:16.

Para além delas, na lista com 28 nomes, destacam-se ainda a brasileira Erica de Sena (1:26:59), quarta nos mundiais de 2017; a colombiana Sandra Arenas (1:28:49), segunda em Rio Maior em 2017, a espanhola Julia Takacs (1:27:58), terceira nos 50 km dos Europeus de Berlim 2018; a chinesa Na Wang (1:28:15), oitava nos Mundiais de 2017; e ainda a inédita presença de uma etíope, Yehualey Mitiku Beletew (1:31:58), medalha de prata nos campeonatos de África em 2016.

João Vieira com números impressionantes

No Grande Prémio de Rio Maior, para atletas masculinos, à cabeça da lista de partida, vemos o sportinguista João Vieira, recordista nacional, vencedor da prova em 2013 (também ganhou a sexta edição, então em 10 km), que este ano conseguiu o seu 52º título de campeão nacional! Mas os números deste honorável veterano (43 anos) são ainda mais impressionantes. De acordo com o site de estatística já anunciado antes, o atleta já tem 211 registos internacionais, sendo um total de 96 provas de 20 km (vai para a 97ª) e 9 de 20.000 metros em pista!

Contudo, o maior favorito ao triunfo é um atleta que até já competiu em Rio Maior, em 2015, mas então desistiu, o chinês Zelin Cai (1:18:47), vice-campeão olímpico de 20 km no Rio 2016 (quarto em Londres 2012), que terá forte “pressão” do colombiano Eider Arevalo (1:19:45), campeão mundial em 2017 e que venceu duas vezes em Rio maior (2015 e 2017).

Para além deles, estarão presentes os seis primeiros classificados na prova do ano passado: o espanhol Diego Garcia (1:19:18), vice-campeão europeu em 2018; o seu compatriota Alvaro Martin (1:19:36), campeão europeu em 2018 (venceu em Rio Maior em 2016); o mexicano José Leyver Ojeda (1:19:33), vice-campeão pan-americano (terceiro em Rio Maior 2018), o equatoriano Andres Chocho (1:20:07), 8º nos Mundiais de 2015; mexicano Jose Luis Doctor (1:21:55); e o grego Alexandros Papamichail (1:21:33).

Ainda estão na lista de partida, o britânico Tom Bosworth (1:19:38), sexto nos Jogos Olímpicos de 2016, segundo em Rio maior em 2017; o japonês Eiki Takahashi (1:17:26), campeão nipónico de 20 km marcha em 2019 e sexto nos rankings da IAAF de 2019; o chinês Rui Wang (1:19.23); o brasileiro Caio Bonfim (1:19.42), vencedor em 2014 e o espanhol Alberto Amezcua (1:19:45), entre muitos outros.

Recorde-se que haverá provas a partir das 15h30, marcha de promoção, sendo começando as provas principais às 17h30 (20 km femininos) e 17h42 (20 km masculinos).

Mais informações na página oficial da prova.