João Vieira consegue mínimos na consagração de Qieyang e Arevalo

Terceiro triunfo de Qieyang (foto Desmor)

No final do 28º Grande Prémio de Marcha Atlética de Rio Maior, os melhores portugueses na prova, João Vieira e Ana Cabecinha, tinham sentimentos diferentes ao terminarem a sua participação na prova dominada por Shenjie Qieyang, da China, e Eider Arevalo, da Colômbia.

Numa tarde de algum frio e forte vento, ambos os vencedores conseguiram triunfar pela terceira vez, sendo que a chinesa o fez pelo segundo ano consecutivo, mas agora de forma ainda mais marcante pois fugiu logo após a primeira volta, terminando em 1:29.01 horas, meio minuto antes que a segunda classificada, a surpreendente ucraniana Inna Kashyna (camepã mundial universitária em 2017). Sandra Arenas, da Colômbia, segunda em 2018, teve que se contentar agora com o terceiro lugar.

A melhor portuguesa na prova, Ana Cabecinha, foi oitava, mas terminou em grandes dificuldades físicas.

«Parei duas vezes na parte final da corrida, cheguei a pensar em desistir, mas as pessoas puxam por nós e fui até ao fim. Passei uma semana horrível, com dores nas costas, e até pensámos em não participar, mas acabámos por tentar competir, mas foi muito difícil», disse-nos a atleta, que agora pensa em recuperar bem, para poder competir dentro de duas semanas no México, «se possível sem dores».

Ana Cabecinha terminou em dificuldade

Mais para trás, em 12º lugar, com lágrimas na face, Inês Henriques ainda era a melhor portuguesa, numa prova de grande sacrifício para quem regressou à competição após longos meses de paragem.
«Foi uma prova muito difícil, pois ressenti-me um pouco dos muitos quilómetros que fiz na preparação, e a última semana quase não consegui treinar e ponderámos não competir. Mas estava na minha terra, com a minha gente, puxavam por mim e não conseguia desistir. Se não fosse em Rio Maior não o fria», disse a atleta que agora pretende recuperar bem, pois segunda-feira vai para estágio em altitude para continuar o seu trabalho.

Depois delas, Edna Barros foi a terceira portuguesa, liderando as mais jovens Joana Pontes, do Leiria Marcha, ainda junior, que terminou com o tempo de 1:42.25, marca de qualificação para os Europeus de sub23, algo que Maria Bernardo, do Pechão, também conseguiu (1:42.36).

João Vieira mais feliz

A prova masculina foi bem mais competitiva, com um grande grupo de atletas na frente, assistindo-se primeiro a uma fuga do equatoriano Daniel Pintado (que acabou por desistir depois de uma suspensão de dois minutos por excesso de faltas), mas continuando tudo junto até à última volta, com o colombiano Eider Arevalo a conseguir um terceiro triunfo, em 1:21.16 horas (a sua melhor marca deste ano), impondo-se ao vencedor de 2018, o espanhol Diego Garcia (1:21.27), enquanto o terceiro classificado foi o japonês Eiki Takahashi, que tinha a melhor marca de 2019 entre todos os participantes (1:18.00), e que agora fez 1:21.41.

Integrando o grupo da frente até à última volta, João Vieira, o melhor marchador português de sempre, voltou a mostrar os seus créditos, terminando os 20 km com marca de qualificação para os Campeonatos do Mundo, em Doha, cortando a meta em 1:22.06.

«Vim a esta prova com intenção de a fazer num ritmo de treino mais intenso, mas este povo de Rio Maior sempre puxou por mim e, uma vez mais, quis corresponder sendo o melhor. A marca alcançada mostra que ainda posso fazer boas provas de 20 km», referiu o atleta do Sporting que completou a sua 97ª prova da distância em estrada.

João Vieira foca-se agora na prova de 50 km na Taça da Europa de Marcha, que se realiza em Alytus, na Lituânia em maio.

Mais para trás, Miguel Rodrigues foi o segundo português, com marca de qualificação para os Europeus de Sub23.

Nas provas de juniores, Ruben Santos, do Sporting, terminou os 10 km marcha masculinos em 45.49, marca de qualificação para os Europeus da categoria.

No final, houve tempo para homenagear Sérgio Vieira, que terminou a sua carreira desportiva.

Resultados:

20 km femininos:
1. Shenjie Qieyang (Chi), 1:29.01 horas
2. Inna Kashyna (Ucr), 1:29.31
3. Sandra Arenas (Col), 1:30.00

8. Ana Cabecinha (Pechão), 1:34.02
12. Inês Henriques (Rio Maior), 1:38.17
17. Edna Barros (Pechão), 1:42.22
20 km masculinos:
1. Eider Arevalo (Col), 1.21.16
2. Diego Garcia (Esp), 1:21.27
3. Eiki Takahashi (Jap), 121.41

7. João Vieira (Sporting), 1:22.06
19. Miguel Rodrigues (Benfica), 1:24.31
25. Hélder Santos (Leiria Marcha), 1:29.18
Resultados completos na página da prova