Ana Cabecinha quarta no México

Ana Cabecinha em Rio Maior (arquivo)

Ana Cabecinha voltou ontem a estar em evidência no México, em Lazaro Cardenas, no Campeonato Sul-Americano de Marcha Atlética que também contava para o Challenge da Federação Internacional (IAAF).

A algarvia foi quarta nos 20 km marcha, com o tempo de 1:31.20 horas, obtendo assim a a marca de qualificação para os Campeonatos Mundiais de Atletismo, que se realizarão em setembro, em Doha, e ficou a escassos 20 segundos dos mínimos olímpicos.

Numa prova marcada por muito calor (quando a atleta do Pechão cortou a meta, estavam 34 graus centígrados e 75% de humidade), o triunfo pertenceu à brasileira Erica de Sena, com a marca de 1:29.27. Contudo ela não se sagrou campeã sul-americana, já que não foi convocada pela Confederação Brasileira de Atletismo (por não ter competido na prova de apuramento).

Esse título pertenceu à peruana Gabriela Kimberly (1:29.33), segunda na competição, com a espanhola Maria Perez na terceira posição (1:31.15).

Quanto a Ana Cabecinha, que em Rio Maior terminou a prova em enormes dificuldades, parece ter ultrapassado algumas dessas limitações e cumpriu com a tradição, pois desde 2012 sempre se classificou no “top 5” das provas em que participou no México.