Portugueses competiram nos Estados Unidos

Uma pista de atletismo (Photo by Mateusz Dach from Pexels)

Seis portugueses estiveram em competição este fim-de-semana nos Estados Unidos. Na Florida, no Meeting de Clermont, com muito vento a prejudicar as provas de velocidade, estiveram três benfiquistas que se ali se encontram a estagiar.

Raidel Acea, recordista de Portugal em 400 metros em pista coberta, abriu a época com a marca de 47,12 segundos, sendo terceiro classificado numa série que o colombiano Anthony Zambrano (46,38) acabou por vencer.

Quando a David Lima, o segundo melhor português de sempre em 100 e 200 metros, foi segundo na sexta série de 100 metros, com a marca de 10,47 segundos (mas com forte vento pelas costas: +3,1 m/s) e terminou em quinto lugar na sexta série de 200 metros, com a marca de 20,68 segundos (também com vento a mais: +4,0 m/s).

Contudo, a maior ventania (+5,0 m/s) surgiu na 3ª série de 200 metros, onde Ricardo dos Santos, recordista de 400 metros ao ar livre, foi terceiro com 21,26 segundos.

Os universitários também competiram

Quanto aos nossos universitários, Otoniel Badjana competiu em Azusa, no Brian Clay Invitational, sendo sexto no disco com 49,64 metros (o seu melhor deste ano), e foi ainda 19º no peso (15,22).

Neste meeting a proeza foi para o porto-riquenho Ayden Owens (18 anos), que no seu primeiro decatlo como sénior fez 8130 pontos! A melhor estreia de sempre de um decatlonista! Nesta prova, dois outros atletas passaram os 8000 pontos: Harrison Williams (8112) e Timothy Ehrhardt (8066).

Em Long Beach (California), Jessica Barreira lançou o dardo a 46,86 metros (12ª), enquanto em Amarillo (Texas), Ophelie Oliveira foi quarta no disco (45,05) e quinta no peso (12,72).