Circuito de Meetings de Portugal dominado pelo de São João de Braga (actualizado)

Imagem do Meeting de São João, em Braga (foto AA Braga, Meeting S. João)

Novo critério para a inclusão do Torneio Internacional de Lançamentos de Leiria no nosso ranking dos meetings portugueses do Circuito de Meetings de Portugal, levou a uma alteração no “top 3”: mantém-se o de São João, em Braga, como o melhor, entrando para o segundo posto o de Lançamentos de Leiria, com Lisboa a subir ao pódio em terceiro lugar.

Após o primeiro artigo que fizemos tentando hierarquizar os meetings portugueses do Circuito de Meetings de Portugal, juntando todos os que eram de um só dia, um critério exclusivamente nosso, recebemos uma crítica muito construtiva de esse critério não ser justo para uma organização com plano internacional, o Torneio de Lançamentos de Leiria, que o Juventude Vidigalense leva a efeito e que está incluído no circuito europeu EAP (Europe Athletisme Promotion).

Perante os critérios que a organização do próprio circuito  (EAP) tem para também qualificar as suas reuniões, somando as 72 melhores marcas de cada meeting, retirando uma participação aos atletas que competem em dois dias nos meetings como o de Leiria, procurámos adequar um critério específico para esse tipo de organizações (caso venham a ser seguidas no nosso país), em que a prioridade de pontuação vai para o primeiro dia (só provas de categoria absoluta), retirando-se no segundo dia os atletas que já haviam competido.

Com isso, a prova leiriense, no exemplo, fica com 16 provas pontuáveis, e já em pé de igualdade para poder aplicar-se a ela os critérios que tínhamos estabelecido anteriormente:

– Contando as cinco melhores marcas de cada prova, sendo contabilizadas as 12 melhores provas do programa, a que se somaram as cinco melhores marcas de todas as outras provas fora das 12 melhores;

– Em meetings com eliminatórias e finais apenas se consideraram as finais, mesmo que houvesse resultados melhores na primeira fase;

– Não houve qualquer tipo de tratamento com os ventos. Não descontámos pontos pelos ventos favoráveis, nem somámos quando eram contrários.

Assim, procedemos a uma classificação com base exclusivamente nos resultados obtidos pelos atletas.

Meeting de Braga o melhor de Portugal

Com as pontuações finais e as respectivas tabelas elaboradas, temos assim que o Meeting de S. João, de Braga (estreia desta reunião em Portugal), mantém a liderança, tendo agora a companhia do Meeting Internacional de Lançamentos, de Leiria, que surge em segundo lugar, a 2460 pontos do líder, fechando o pódio o Meeting Cidade de Lisboa (que ficou a 328 pontos do segundo posto).

Sai do pódio, em relação ao artigo anterior, a reunião de Faro, o Meeting Vitor Tavares, que ocupa o quarto lugar.

Aos meetings portugueses tem faltado uma melhor promoção (até mesmo por parte da FPA, que os tem enquadrados num circuito nacional) para serem mais reconhecidos em termos de mediatismo, porque este ano provaram (especialmente os que se disputaram a Norte, em Braga e na Maia), que com maior visibilidade atingem mais público.

Ranking dos Meetings Portugueses (um só dia) Ranking dos Meetings Portugueses (um só dia) Ranking dos Meetings Portugueses (um só dia) Ranking dos Meetings Portugueses (um só dia) Ranking dos Meetings Portugueses (um só dia) Ranking dos Meetings Portugueses (um só dia) Ranking dos Meetings Portugueses (um só dia)
Prova Local Data Provas Marcas Total
Meeting de São João a) Braga 20/06 60706 5196 65902
Meeting Internacional Lançamentos a) Leiria 15e16/7 59042 4400 63442
Meeting Cidade de Lisboa a) Lisboa-U 12/05 57855 5259 63114
Meeting Vitor Tavares b) Faro 05/05 54880 4898 59778
Meeting Internacional a) Guarda 22/06 55395 4378 59773
Meeting Maia Cidade de Desporto e) Maia 04/07 57251 1562 58813
Gold Gala Fernanda Ribeiro c) Maia 02/06 53905 0 53905
Meeting Fernando Alves d) M. Grande 31/05 45601 4710 50311
Notas: Notas: Notas: Notas: Notas: Notas: Notas:
a) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 65 marcas a) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 65 marcas a) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 65 marcas a) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 65 marcas a) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 65 marcas a) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 65 marcas a) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 65 marcas
b) 12 provas consideradas (58 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 63 marcas b) 12 provas consideradas (58 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 63 marcas b) 12 provas consideradas (58 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 63 marcas b) 12 provas consideradas (58 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 63 marcas b) 12 provas consideradas (58 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 63 marcas b) 12 provas consideradas (58 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 63 marcas b) 12 provas consideradas (58 marcas), mais as cinco melhores marcas das restantes provas – total de 63 marcas
c) Só teve 11 provas – todas consideradas (54 marcas), sem acréscimos – total de 54 marcas c) Só teve 11 provas – todas consideradas (54 marcas), sem acréscimos – total de 54 marcas c) Só teve 11 provas – todas consideradas (54 marcas), sem acréscimos – total de 54 marcas c) Só teve 11 provas – todas consideradas (54 marcas), sem acréscimos – total de 54 marcas c) Só teve 11 provas – todas consideradas (54 marcas), sem acréscimos – total de 54 marcas c) Só teve 11 provas – todas consideradas (54 marcas), sem acréscimos – total de 54 marcas c) Só teve 11 provas – todas consideradas (54 marcas), sem acréscimos – total de 54 marcas
d) 12 provas consideradas (56 marcas), mais cinco marcas das restantes provas – total de 61 marcas d) 12 provas consideradas (56 marcas), mais cinco marcas das restantes provas – total de 61 marcas d) 12 provas consideradas (56 marcas), mais cinco marcas das restantes provas – total de 61 marcas d) 12 provas consideradas (56 marcas), mais cinco marcas das restantes provas – total de 61 marcas d) 12 provas consideradas (56 marcas), mais cinco marcas das restantes provas – total de 61 marcas d) 12 provas consideradas (56 marcas), mais cinco marcas das restantes provas – total de 61 marcas d) 12 provas consideradas (56 marcas), mais cinco marcas das restantes provas – total de 61 marcas
e) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as duas melhores marcas da 13ª prova do programa e) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as duas melhores marcas da 13ª prova do programa e) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as duas melhores marcas da 13ª prova do programa e) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as duas melhores marcas da 13ª prova do programa e) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as duas melhores marcas da 13ª prova do programa e) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as duas melhores marcas da 13ª prova do programa e) 12 provas consideradas (60 marcas), mais as duas melhores marcas da 13ª prova do programa